Uncategorized

STF MANTÉM DECISÃO DE QUE MORO FOI PARCIAL COM LULA


A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta quinta-feira para manter a decisão da Segunda Turma da Corte que declarou o ex-juiz Sergio Moro parcial no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na ação penal do tríplex do Guarujá (SP). Votaram assim: Gilmar Mendes, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Rosa Weber. Apenas dois ministros se posicionaram contra: Edson Fachin e Luís Roberto Barroso. Ainda faltam mais três votos. Antes, os ministros decidiram também enviar os processos de Lula que tramitavam na 13ª Vara Federal de Curitiba para a Justiça de Brasília.

A primeira decisão tomada de forma monocrática pelo ministro Edson Fachin, sobre a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba para julgar Lula, estabeleceu a “perda de objeto” de outros processos apresentados pela defesa do ex-presidente, como a suspeição de Sergio Moro. Apesar disso, contrariando Fachin, a Segunda Turma do STF continuou o julgamento desse caso e declarou o ex-juiz parcial.

1 Comentário

  1. Caíram as máscaras de uma das maiores farsas da república bananeira. Tudo isso vai para o lixo da história, como tantos outros escândalos deste país.

Comente