Uncategorized

Bolsonaristas vão às ruas

Centenas de manifestantes pró-governo reuniram-se na Esplanada dos Ministérios, área central de Brasília, em ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Foram registradas movimentações com carros de som, além de buzinaços na capital. Os atos são acompanhados de perto pela PMDF (Polícia Militar do Distrito Federal).

Nos carros de som, pessoas pedem para os manifestantes registraram os atos e publicarem nas redes sociais. Nas ruas, alguns carregaram uma faixa pedindo que Bolsonaro prenda “todos os corruptos” e “criminalize o comunismo”.

Além disso, diversos carregam faixas dizendo “Eu autorizo”, em referência a uma fala do presidente, ocorrida em 14 de abril, na qual ele disse “estar no limite” e que esperava uma sinalização do povo para tomar atitudes. Ele não detalhou o quer queria dizer com essa atitude.

O 3º filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), foi à manifestação. Ele não usou máscaras a maior parte do tempo.
Parte do público que participa dos atos está sem máscara ou as usando de maneira incorreta. A proteção facial é obrigatória em locais públicos em Brasília, segundo decreto distrital.

O presidente Jair Bolsonaro sobrevoou a Esplanada dos Ministérios. O chefe do Executivo saiu às 11h do Palácio da Alvorada e seguiu em direção ao local da aglomeração. O veículo foi reconhecido pelos apoiadores, que acenaram e gritaram “Bolsomito”.Às 11h40, a aeronave retornou à residência oficial.

OUTRAS CAPITAIS
Mobilizações de grupos bolsonaristas tentam emplacar atos em outros locais do Brasil. O 1º de maio, dia historicamente associado a manifestações organizadas pela esquerda, foi o dia escolhido pela base de apoio. Por todo o país, os manifestantes criticam os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), pedem a volta do voto impresso e o uso das Forças Armadas. No Twitter, o lema “Eu autorizo, presidente” é uma das mais compartilhadas.

Bolsonaro já participou de protesto em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília, onde manifestantes defenderam pautas como o fechamento do Congresso e do STF.

3 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Expressionante! Como diria o blogueiro Zebeto. Faixas sugerindo a Ditadura não vivida por manifestantes que a seguravam. Melhor substitui-las por INTERVENÇÃO PSIQUIÁTRICA, JÁ!
    Quanto à quantidade (gostei do quanto à quantidade) nada impressionante, tanto que Covideiro assistiu a manifestação a bordo dum helicóptero, contando um por um.

  2. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Se prender todos os corruptos e alguns bloguistas, vai faltar cadeia.

Comente