Paraná

Ratinho Jr não descarta medidas mais duras se Covid continuar a subir

É relaxar as medidas restritivas de defesa sanitária e os índices de Covid19 voltam a crescer. Perdoem os lobistas que trabalham pela aberturas geral mesmo sem vacinação. Neste momento, o Paraná experimenta exatamente isso. Hoje foram mais 101 mortos e 5.065 casos de Covid-19 no Paraná. O governador Ratinho Júnior avisou que não descarta medidas mais restritivas se a pandemia voltar a se expandir no estado.

Para conter a pandemia, nove cidades paranaenses se viram obrigadas a decretar medidas mais duras, como toque de recolher mais longo e lockdown aos fins de semana. Não há outra maneira de enfrentar a Covid19. E é impossível ficar de mãos atadas diante da alta de casos e da taxa de ocupação de 99% nas UTIs exclusivas para Covid-19.

“Essa é uma preocupação grande que nós temos e eu hoje fiz uma reunião com o prefeito de Foz do Iguaçu. Assim, fica sempre nossa recomendação de que o cuidado é importante, o uso de máscara é importante, o máximo de restrição em ambiente com muita gente e estamos intervindo em festas clandestinas. O fato de estarmos vacinando, não quer dizer que podemos relaxar. Enquanto não vacinarmos aproximadamente 60% da população, para diminuir de forma drástica a transmissão, temos que tomar cuidado para não ter uma terceira onda”, disse Ratinho Jr.

Comente