Brasil

Renan Calheiros sugere prisão de Wajngarten se ele mentir à CPI

O senador Renan Calheiros, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as ações do governo na pandemia de covid-19, afirmou que vai pedir a prisão do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, caso ele tenha mentido ao colegiado em depoimento, nesta terça-feira (12/5).

De acordo com Renan, se o ex-secretário não apresentar respostas objetivas e verdadeiras, ele terá o depoimento como testemunha suspenso e será convocado como investigado. Em entrevista à revista Veja, Wajngarten afirmou que a “incompetência” do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, gerou atraso na aquisição de vacinas contra a covid-19.

No entanto, na CPI, ele não confirmou a versão, e não comprometeu Pazuello nas declarações. Também negou que o governo tenha pago influenciadores digitais para fazer propaganda de “tratamento precoce” sem eficácia científica comprovada contra a doença, e disse ainda que o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “compraria toda e qualquer vacina aprovada pela Anvisa”. No entanto, em diversas declarações públicas, Bolsonaro afirmou que não compraria a “vacina chinesa”, em referência à CoronaVac, produzida em parceria com o Instituto Butantan.

Na oitiva, Wajngarten também afirmou que Bolsonaro preza pela liberdade de imprensa e que nunca atacou jornalistas no exercício da profissão em razão da cobertura da pandemia ou críticas ao governo. Segundo o Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil – 2020, elaborado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Bolsonaro foi responsável por 175 ataques contra jornalistas em 2020.
“Senhor Fábio, o senhor só está aqui por causa da entrevista da revista Veja. Senão a gente nem lembraria que o senhor existia, o senhor está me entendendo? É só por causa disso, não tem outra razão para você estar aqui”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz.

Em seguida, Renan Calheiros afirmou que o depoimento de Wajngarten está prejudicado, que vai solicitar o áudio da Veja, e que, se ele estiver mentindo, será preso, de acordo com previsão do Código Penal. Alguns senadores pediram a prisão em flagrante.

1 Comentário

  1. E ele mentiu, DESCARADAMENTE.
    Tem que ser muito idiota e/ou mau caráter ainda para defender este governo…

Comente