Política

Bolsonaro pode dançar

Acendeu a luz amarela no bunker dos marqueteiros de Bolsonaro comandados pelo filho Carlos, ou Carlucho. Além da grande vantagem de Lula sobre Jair Bolsonaro, tanto em primeiro quanto em segundo turno, o Datafolha mostra que não é impossível, como muitos analistas de pesquisas avaliam até aqui, que aconteça no ano que vem um cenário em que Jair Bolsonaro fique fora do segundo turno.

Até aqui Bolsonaro manteve aprovação a seu mandato e um índice de intenção de votos expressivos dadas as muitas frentes em que seu governo é uma tragédia: a avaliação sempre supera a casa dos 22% e o percentual dos que dizem que pretendem votar nele ainda está em 23%, de acordo com o Datafolha. Mas bem abaixo de pesquisas anteriores, diga-se.

O dilema da turma empoleirada no Planalto é que daqui até as urnas não será fácil para ele. A CPI da Pandemia tem avançado por um rumo bastante delicado, mostrando, agora com documentos, a deliberada omissão de Bolsonaro e de seu governo para comprar vacinas para proteger a população brasileira do novo coronavírus.

2 Comentários

  1. Colocar que somente Bolsonaro e Lula poderão decidir as próximas eleições para presidente do Brasil é botar os brasileiros numa encruzilhada daquelas: se fica com fulano será péssimo, mas se optar pelo sicrano será ainda pior.
    Temos gente capacitada em várias frentes, como já ficou mostrado em 2018, mas ocorre que os caciques da política não querem perder o comando do país, e temem que um nome descomprometido com eles os coloque no fundo de um poço cheio de jacarés. Pesquisa a estas alturas, com mais de 400 mil mortes por pura incompetência, com o povo querendo mais é garantir o pão nosso de cada dia, é tentar jogar areia nos olhos dos eleitores apontando somente estas duas trágicas saídas como o poção. Cautela e caldo de galinha não fazem mal para ninguém, pelo contrário. Marqueteiros de plantão, não seria melhor aguarda um pouco mais……

  2. Manoel Jorge dos Santos Neto Responder

    Realmente, alerta se acende….mas esse alerta é nas empresas de comunicação, cujas verbas secaram a partir do governo do Presidente Bolsonaro. Quer queiram ou não, isso tem reflexo direto nas notícias veiculadas diariamente. O “cala boca” recebido ao longo de 20 anos se acabou. Desmandos e roubos ao erário foram descobertos. A esquerda não tem para onde fugir e não sabe o que fazer. A reconstrução do país é vista e ocorre a passos largos. Ninguém queria um banana na presidência da República. Queríamos alguém que decidisse em favor das pessoas e isso realmente está acontecendo. A CPI da pandemia é o reflexo do desespero da esquerda. Renan, fosse um ser humano comum, estaria na cadeia ou desempregado…..ou alguém aqui contrataria um funcionário que está indiciado em 17 inquéritos? Nos poupem dessas notícias. Aguardem as próximas eleições….aguentamos o PT e seus comparsas…pois que aguentem o Bolsonaro!!!!!!

Comente