Paraná

Só o Rafael Greca pode provocar aglomeração?

Os convidados do prefeito Rafael Greca (DEM) na última sexta-feira, no Parque São Lourenço, na inauguração do Memorial Paranista provocaram aglomeração para assistirem shows e verem reproduções de obras do artista plástico João Turim e agora a vereadora e primeira secretária da Câmara Municipal de Curitiba, Flávia Francischini (PSL), quer saber os motivos que levaram a Prefeitura a realizar o evento, em um momento de crescimento de casos de coronavírus.

Na sexta-feira estava em vigor um decreto assinado por Greca que não permitia agito como o ocorrido na inauguração do espaço, mesmo assim a prefeitura descumpriu a lei ao levar aproximadamente 50 pessoas, sem contar o staff presente na muvuca.

5 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Ontem, na rua Henrique Itiberê da Cunha, Rafael Greca entregou as obras de perfilamento de riachos nascidos no Pilarzinho e Mercês e que conduzem por duto único as suas águas para o canal do Belém. Adeus às enchentes no Bairro Bom Retiro onde se situam as enormes galerias. Obras que custaram quase 10 milhões e que foram entregues 4 meses antes do prazo. Um grupo de 50 pessoas, moradores – eu no meio, comerciantes se reuniu para participar da cerimônia. Zelosos assessores do prefeito se encarregaram de dissolver rodinhas. Estávamos todos mascarados.

  2. Adelino Zanella Responder

    Xupa Greca, ditadorzinho de meia pataca, ta levando de 7x 1 no concurso da P F . Um dia aprende

  3. helio nascimento Responder

    Há possibilidade de Lula sair candidato desde que ele não seja condenado nos demais processos em que é réu.

Comente