Paraná

Só o Rafael Greca pode provocar aglomeração?

Os convidados do prefeito Rafael Greca (DEM) na última sexta-feira, no Parque São Lourenço, na inauguração do Memorial Paranista provocaram aglomeração para assistirem shows e verem reproduções de obras do artista plástico João Turim e agora a vereadora e primeira secretária da Câmara Municipal de Curitiba, Flávia Francischini (PSL), quer saber os motivos que levaram a Prefeitura a realizar o evento, em um momento de crescimento de casos de coronavírus.

Na sexta-feira estava em vigor um decreto assinado por Greca que não permitia agito como o ocorrido na inauguração do espaço, mesmo assim a prefeitura descumpriu a lei ao levar aproximadamente 50 pessoas, sem contar o staff presente na muvuca.

5 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Ontem, na rua Henrique Itiberê da Cunha, Rafael Greca entregou as obras de perfilamento de riachos nascidos no Pilarzinho e Mercês e que conduzem por duto único as suas águas para o canal do Belém. Adeus às enchentes no Bairro Bom Retiro onde se situam as enormes galerias. Obras que custaram quase 10 milhões e que foram entregues 4 meses antes do prazo. Um grupo de 50 pessoas, moradores – eu no meio, comerciantes se reuniu para participar da cerimônia. Zelosos assessores do prefeito se encarregaram de dissolver rodinhas. Estávamos todos mascarados.

  2. Xupa Greca, ditadorzinho de meia pataca, ta levando de 7x 1 no concurso da P F . Um dia aprende

  3. helio nascimento Responder

    Há possibilidade de Lula sair candidato desde que ele não seja condenado nos demais processos em que é réu.

Comente