Categoria

Brasil

Categoria

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia ouve o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo. Ele é o sexto convocado a depor na #CPIdaPandemia e deve falar sobre sua atuação para conseguir a compra de cloroquina e a tensa relação com a China, principal fornecedora de IFA, principal ativo de produção de vacina, ao Brasil.

O depoimento do ex-ministro atende a pedidos de senadores que querem que ele explique a condução da diplomacia brasileira durante a pandemia. A relação do Brasil com a China deve ser um dos pontos mais questionados pelos parlamentares da CPI da Pandemia. Segundo o senador Marcos do Val (Podemos-ES), a política externa sob a gestão do ex-chanceler pode ter atrasado a compra de vacinas. 

“É fato público e notório que o senhor Ernesto Henrique Fraga Araújo, durante o período em que foi ministro de Relações Exteriores, executou na política externa o negacionismo de Bolsonaro na pandemia, o que teria feito o Brasil perder um tempo precioso nas negociações por vacinas e insumos para o combate à covid-19”, aponta o senador.

Outro requerimento para ouvir Araújo, exonerado do ministério no fim de março, é assinado por Alessandro Vieira.