Categoria

Política

Categoria

Os defensores de um processo eleitoral mais transparente deram
um passo importante nesta semana, ao conseguir apoio necessário para a abertura da Comissão Especial do Voto Impresso Auditável. No fim da sessão de quarta-feira (12/ 05), o presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP- AL) leu o ato de instalação para os trabalhos especiais que vão debater a proposta.

A PEC 135/ 19, da deputada federal Bia Kicis (PSL- DF) torna
obrigatória a impressão do voto para que seja possível auditar o
resultado das urnas eletrônicas. Para o deputado federal Paulo Eduardo
Martins (PSC-PR), relator da proposta na Comissão de Constituição e
Justiça e que foi confirmado presidente da comissão, o voto auditável se faz cada vez mais necessário.

A PEC do voto impresso passou pela Comissão de Constituição e Justiça. Agora, precisa ser aprovada na Comissão Especial para, finalmente ir à votação em plenário.( Blog do Tupan)