Tag

alberto youssef

Browsing

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da estatal, foi condenado a 7 anos e seis meses de prisão. Ele cumprirá a pena em prisão domiciliar.

de Kelli Kadanus, Gazeta do Povo:

A ação penal resultante da Operação Lava Jato que tratava de irregularidades nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, terminou com oito réus condenados. O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo caso, condenou o doleiro Alberto Youssef, apontado como chefe do esquema, a 18 anos e oito meses de prisão. Já o ex-diretor de abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, foi condenado a sete anos e seis meses.

Por causa do acordo de delação premiada, Youssef vai cumprir apenas três anos da pena em regime fechado e, em seguida, segue para o regime semiaberto. Paulo Roberto Costa cumprirá prisão domiciliar até o dia 1º de outubro de 2015 e, em seguida, cumprirá o regime semiaberto por mais um ano. O restante da pena será cumprida pelo ex-diretor em regime aberto.

Mais um relato da delação premiada de Paulo Roberto Costa. No início de 2011, Dilma Rousseff presidente, foi feita uma reunião na residência oficial do então presidente da Câmara, Marco Maia, do PT. Um jantar para o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, Arlindo Chinaglia, do PT, e o anfitrião.

Simples e direto, o time do PT propôs a Paulo Roberto Costa alguns negócios que trouxessem vantagem para o partido. Para entusiasmar Costa, acenaram com a presidência da estatal em futuro próximo.

Pois, pois, parte do resultado desse entendimento foi operado por Alberto Yousseff. Costa nunca virou presidente. Mas tem boa memória para datas e fatos que vivenciou. Eis o troco.