Tag

alckmin

Browsing

sp - richa_alckmin

O governador Beto Richa defendeu nesta quarta-feira (25), em São Paulo, o apoio da sociedade civil e do setor produtivo às mudanças necessárias que ampliam a competitividade e a eficiência dos Estados. “Precisamos quebrar paradigmas de gestão pública ou os paradigmas vão quebrar os Estados”, afirmou Richa durante reunião do Pacto pela Reforma do Estado.

O encontro promovido pelo Movimento Brasil Competitivo reuniu 15 governadores, secretários de estado e lideranças do setor privado e discutiu formas de melhorar a eficiência da máquina pública. Richa participou da reunião à convite do empresário Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do conselho superior do MBC.

lula - foto RS _instituto lula

d’O Globo

Pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira, 26, pelo jornal O Estado de S. Paulo, revela que a rejeição ao ex-presidente Lula (PT) aumentou. O percentual daqueles que dizem que não votam de jeito nenhum em Lula aumentou de 33% (maio de 2014) para 55%. O índice dos que votariam no petista em 2018 é de 23%. Em maio do ano passado, o percentual de possíveis eleitores era de 33%.

O levantamento, realizado entre os dias 17 e 21 de outubro, pesquisou o potencial de voto de alguns dos principais políticos que podem vir a disputar a presidência da República em 2018.

images
Se houvesse um segundo turno hoje, entre Aécio Neves e Lula, o mineiro venceria por 50% a 31%; se fosse José Serra contra o ex-presidente, o tucano levaria por 43% a 36% e se o candidato do PSDB fosse Geraldo Alckmin, seria 41% e 37% para o petista. São dados de nova pesquisa Ibope, que o instituto faz mensalmente envolvendo várias questões. Alckmin não gostou, mas acha que, até 2018 muita coisa pode mudar e mantém sua pré-candidatura entre o tucanato mais chegado. Ele e Aécio não estão conversando. Em eventos públicos, tratam apenas, se juntos, de manter as aparências. A novidade é o bom resultado para Serra, incluído pela primeira vez no levantamento.

mail.google.com

Começou agora uma reunião prévia dos cinco governadores tucanos no Escritório do Paraná, em Brasília. Preparam-se para a reunião com a presidente Dilma Rousseff, às 16h00. Unificam posições em defesa da redivisão de tributos entre União, Estados e municípios e adoção de medidas para presevar o nível de emprego e as atividades econômicas. Esta reunião foi articulada ontem à noite por Geraldo Alckmin e Beto Richa.

A reunião dos governadores com a presidente Dilma Rousseff, marcada para as 16h00 foi transferida do Palácio do Planalto para o Palácio da Alvorada.

richa
Aqui, os pasdaran da APP/PT/FP fizeram manifestação contra o aniversário do governador Beto Richa, que comemorou 50 anos ontem. Richa não viu a gritaria nos arredores de sua residência. Estava em São Paulo, com a mulher, Fernanda Richa, a convite de Geraldo Alckmin e Lu Alckmin, comemoraram no Palácio Bandeirantes. Hoje os dois governadores tucanos embaracaram para Brasília, onde participam da reunião que Dilma Rousseff convocou para pedir ajuda contra a crise política, econômica, moral, policial, jurídica em que se afundou o governo federal comandado pelo PT.

lula - comício bahia - foto instituto lula

Lula é o preferido do eleitor baiano para 2018, é o que diz levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas, que ouviu mais de mil eleitores em mais de 60 municípios do Estado entre os dias 21 e 26 deste julho. Nos três cenários projetados para um possível primeiro turno, contra Aécio, Serra ou Alckmin, Lula aparece na liderança. Nem Marina Silva tirou a ponta do petista, que só perderia em uma disputa direta com Aécio Neves. Nesta possibilidade, sem a presença de outros candidatos, o tucano levaria a melhor. Curiosidade: no segundo turno, em 2014, aproximadamente 70% dos eleitores da Bahia votaram em Dilma. Hoje, de acordo com a pesquisa, apenas 14,9% preferem Dilma a Aécio.

Em tempo. Se Alvaro Dias quiser levar a sério a ideia da candidatura à Presidência da República em 2018, terá um longo caminho a percorrer na região. É apenas o 4° tucano escolhido pelo eleitor baiano, com 4,6% da preferência.

– Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Confira, a seguir, a pesquisa completa.

aécio- lula - serra - alckmin

Nas eleições presidenciais, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) venceria o ex-presidente Lula (PT), segundo a pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, 21. No primeiro cenário, o primeiro turno mostra Aécio na frente com 35,1%, e Lula em segundo, com 22,8%. Em seguida, Marina Silva (PSB) com 15,6% e Jair Bolsonaro (PP) com 4,6%. No segundo turno, 49,5% dos entrevistados votam em Aécio e 28,5% em Lula.

serra- aécio e alckmin

do Painel, Folha de S. Paulo:

A convenção do PSDB evidenciou que, apesar de comungarem da avaliação de que a permanência de Dilma Rousseff caminha para se tornar insustentável, Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra divergem sobre o caminho que o partido deve seguir. Enquanto o senador mineiro e seu grupo defendem que a melhor alternativa seria a cassação da presidente e de seu vice, Michel Temer, pela Justiça Eleitoral, os paulistas preferem a saída em que o peemedebista assuma o Planalto.

Foto: Du Amorim/A2 FOTOGRAFIA alckmin -  Du Amorim-A2 FOTOGRAFIA

d’O Globo:

O anúncio da eleição do deputado estadual Pedro Tobias para presidente do Diretório Estadual do PSDB de São Paulo neste domingo (14) foi transformado em ato pelo lançamento da candidatura do governador Geraldo Alckmin a presidente da República em 2018. Tobias, que é ligado a Alckmin, disse que o Brasil está doente, atacado pela corrupção, e que precisa de “um médico para salvá-lo”. Alckmin é médico anestesista.

— O governador, como médico, gosta de gente. Esse é o nosso governador, que cuida de São Paulo. O país precisa de um médico, porque está doente, corrompido — disse Tobias, ao ser escolhido presidente do Diretório Estadual do PSDB. Para ele, o país quer “Geraldo presidente”. Tobias vai comandar o partido em São Paulo nos próximos dois anos.