Tag

alexandre curi

Browsing

alexandre curi

Política em Debate, Bem Paraná

Os quatro deputados do PMDB que apoiam o governo Beto Richa (PSDB) na ALEP adiaram, para a semana que vem, a decisão sobre a permanência no partido durante a “janela da infidelidade”, aberta a partir de hoje, que permite a mudança de legenda. O grupo é pressionado pela direção estadual do PMDB, presidida pelo senador Roberto Requião, que quer a sigla na oposição. Segundo o deputado Alexandre Curi, que integra o PMDB governista, qualquer que seja a decisão, ela será conjunta. “Ou ficam os quatro ou saem os quatros”, afirmou Curi. A ala pró-Richa inclui ainda o líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli, Jonas Guimarães e Artagão Júnior.

deputados mais influentes - caixa zero

do Rogério Galindo, Caixa Zero, Gazeta do Povo:

A Assembleia Legislativa tem 54 deputados. Todos têm o mesmo mandato. Mas nem todos têm a mesma influência. Assim como no Congresso Nacional, existe o baixo clero, que apita pouco e obedece muito. E tem o alto clero, que são os deputados que realmente decidem os rumos da Casa.

Nas últimas legislaturas, a lista do alto clero já inclui nomes como os de Nelson Justus, Hermas Brandão e Valdir Rossoni.

A lista mais provável da nova legislatura, segundo quem entende do assunto, é essa que segue:

diarios_160314

O coordenador da campanha de Ademar Traiano, do PSDB, Alexandre Curi (foto), contabiliza 35 votos para o seu pupilo. Os matemáticos da outra banda calculam 34 votos para Ratinho Junior. Como a Assembleia só tem 54 votos, e não 69 que é a soma dos votos esperados por Traiano e Ratinho, alguém está mentindo ou a fazer cálculos errados.

Ao contrário do avô, Aníbal, Curi não é bom aritmético de votações em colégio fechado. Ele dizia que venceria Requião na convenção do PMDB por 115 votos de vantagem. Perdeu por 92. Diferença catastrófica de 207 votos. Outro que aposta junto com Alexandre na vitória de Traiano é o bruxo Chick Jeitoso, que também costuma fazer previsões.

unnamed

Na foto, a bancada do PMDB entrega-se ao tucano Ademar Traiano, que segura a carta de adesão junto com Nereu Moura. Só Artagão Junior saiu da sala. Na foto, aparece Plauto Miró Guimarães, do DEM, que fica na 1ª secretaria na chapa de Traiano.

O deputado Alexandre Curi volta a comandar a Assembléia através de Ademar Traiano. Nelson Justus deverá assumir a presidência da Comissão de Constituição e Justiça.