Tag

André Vargas

Browsing

mensagens - v

O ex-deputado petista André Vargas, que teve o mandato cassado na quarta-feira (10), tentou evitar a cassação até o último momento e trocou mensagens durante a votação com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Nas mensagens, flagradas pela Folha de S.Paulo, o ex-petista afirma que é um “cisco” dentro da Operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras. “Vão me cassar hoje e em defesa. Na Lava Jato, sou um cisco. Depois das delações, vão se lembrar das injustiças que fizeram comigo”, disse.

zeca dirceu - vargas

O deputado Zeca Dirceu (PT-PR), filho do mensaleiro Zé Dirceu, defendeu o ex-colega de bancada André Vargas, que teve o mandato cassado na tarde ontem pela Câmara dos Deputados.

Zeca resolveu atacar o deputado Julio Delgado (PSB-MG), relator do processo de cassação de Vargas. Para o petista, Delgado tem utilizado a desgraça dos colegas para se promover politicamente. O pessebista também foi relator do processo que levou a perda do mandato de Zé Dirceu, pai do deputado paranaense.

“Ele tem se caracterizado como alguém que usa da desgraça dos outros para se promover. Eu prefiro fazer política diferente. É uma opção. Não cabe a mim criticar”, disse Zeca, que estava na Câmara, mas não votou, dizendo que estava em uma reunião. Para ele, sem Vargas a bancada perdeu um “interlocutor importante”.

unnamed

do Ucho.info

Coordenador da fracassada campanha da senadora Gleisi Hoffmann (PT) ao governo do Paraná, o ainda deputado federal André Vargas (sem partido-PR) vem adotando medidas desesperadas para tentar evitar a cassação de seu mandato por associação com o doleiro Alberto Youssef, o braço financeiro do esquema corrupção desmontado pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal.

As relações entre o deputado, Gleisi Hoffmann e o marido da senadora, o ministro Paulo Bernardo da Silva (Comunicações), são antigas e profundas. Vargas foi coordenador de campanhas de Paulo Bernardo à Câmara dos Deputados e os ambos já foram processados pela prática de “caixa dois”. Na campanha de 2010, André Vargas foi o principal financiador dos candidatos do PT do Paraná, tendo distribuído recursos para todos os eleitos pelo partido.

vargas - _

O deputado André Vargas (ex-PT, sem partido-PR) impetrou no STF um pedido de mandato de segurança contra decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que rejeitou o recurso, no qual o deputado pedia a anulação do parecer do Conselho de Ética da Casa, que recomendou à cassação do seu mandato. O pedido, encaminhado nessa terça-feira (2), está nas mãos do ministro Luís Roberto Barroso.

unnamed

Algoz Parlamentares citados em escutas e delações da Lava Jato que não se elegeram em outubro terão seus processos remetidos ao juiz federal Sérgio Moro, no Paraná, e não ao Supremo.

Sem foro É o caso do petista Candido Vaccarezza (SP) e do ex-petista André Vargas (PR). Durante a campanha eleitoral, o PT atacou Moro pela divulgação de depoimentos que ligavam o partido ao escândalo de corrupção.

da coluna Painel, na Folha

andré vargas - cirurgia

Alvo de um processo de cassação por quebra de decoro parlamentar, o deputado André Vargas (ex-PT) informou nesta quarta-feira (19) à Câmara dos Deputados que fez uma cirurgia na boca e precisa de pelo menos de uma semana para se recuperar. Com isso, a votação da perda de seu mandato, que deveria ocorrer na próxima semana, deve ser marcada para os dias 3 ou 4 de dezembro. As informações são da Folha de S. Paulo.

Da Gazeta do Povo:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retirou da pauta de julgamento desta quinta-feira (25) o processo em que o PT pede a perda do mandato do deputado federal paranaense André Vargas (sem partido) por desfiliação sem justa causa. Conforme a assessoria do órgão, o julgamento foi adiado por falta de quórum ideal para a audiência, já que os ministros Gilmar Mendes e Luiz Fux não participarão da sessão. O julgamento deve acontecer na próxima semana.

Veja a reportagem completa, da Gazeta do Povo, aqui.