Tag

Argentina

Browsing

De Miriam Leitão, O Globo:

Abre-se agora para a Argentina um cenário de incertezas. Essa é uma moratória diferente de todas as outras. O país está pagando aos governos credores através do Clube de Paris, pagou ao FMI, tentou pagar aos credores da dívida reestruturada e está sendo impedida pela Justiça americana. A Argentina é vítima e culpada de seu próprio drama e hoje é uma economia em calote externo.

A solução desesperada apresentada pelos bancos, de comprar 100% da dívida dos fundos chamados abutres, dá um enganoso alívio. Esses fundos que ganharam na Justiça são apenas 10% dos que estão de fora. Têm a receber US$ 1,3 bilhão. Mas existem outros investidores só esperando o momento para requerer a mesma coisa na Justiça. Os bancos não têm fôlego para tanto.

Da Reuters:

Os candidatos da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sofreram uma dura derrota no domingo nas votações primárias para eleições parlamentares de outubro, um resultado que expõe a perda de popularidade da governante e afasta a possibilidade de uma reforma constitucional para ampliar o governo dela para além de 2015.

Candidatos da fragmentada oposição venceram em todos os principais distritos da Argentina, como as províncias de Buenos Aires, Córdoba, Santa Fe e Mendoza, e na Cidade de Buenos Aires, segundo resultados oficiais parciais.

Jorge Videla, ditador, Argentina, morreu, Buenos Aires

De Sylvia Colombo, de Buenos Aires no UOL:

Morreu nesta quinta-feira, às 6h30 da manhã, o general Jorge Rafael Videla, aos 87, na prisão de Marcos Paz, em Buenos Aires. O líder da primeira junta militar que governou a Argentina entre 1976 e 1981 cumpria pena de prisão perpétua em uma prisão militar.

Videla é o responsável por comandar o aparato de repressão que, durante o período, matou mais de 30 mil pessoas, de acordo com estimativas de direitos humanos. Também esteve por trás da sistematização do sequestro de mais de 500 bebês, filhos de guerrilheiros e militantes desaparecidos. As crianças foram entregues a famílias de militares.