Tag

artigo

Browsing

aécio neves222

Aécio Neves:

A conta do populismo e da irresponsabilidade da gestão petista começa a chegar ao bolso dos brasileiros. E ela será bem alta, especialmente para os que menos têm.

Na contramão da economia global, que crescerá 3,5% este ano, o Brasil está no pequeno grupo de 16 entre 189 países que caminham para a recessão, segundo o FMI.

O PIB encolheu, o salário real teve a sua maior queda desde 2004, segundo o IBGE, e o desemprego encosta nos 8%, pelos dados da PNAD. A inflação acelerou, superando 8% em doze meses e em apenas quatro meses deste ano já superou 4,5%, a meta oficial para o ano.

unnamed

Em artigo publicado nesta terça-feira, 17, no jornal Folha de S. Paulo, o ex-ministro das Comunicações, Paulo Bernardo (PT) se defende e reage por ter seu nome envolvido em pedido de propina de recursos desviados na Petrobras. “Centenas de reportagens foram publicadas com os mesmos elementos: em 2010, Paulo Bernardo Silva, então ministro do Planejamento, teria pedido ao então diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, uma doação de campanha para Gleisi Hoffmann, candidata ao Senado”, disse Bernardo, marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT), ex-ministra da Casa Civil e que responde inquérito aberto no STF por participar do esquema.

Paulo Bernardo não explicou sua condição de testemunha de Ricardo Pessoa, dono da UTC, preso em Curitiba, que responde por desvio de dinheiro da Petrobras e contumaz financiador das campanhas eleitorais. E também deixou de registrar que ele, Bernardo, está arrolado no inquérito da sua mulher para ser oitivado no STF.

No Leia Mais, a íntegra do seu artigo.

“Ainda que não esteja isolado do contexto nacional, caracterizado pelo baixo crescimento entre 2011 e 2014, o Paraná teve desempenho econômico bem melhor no período. O Produto Interno Bruto paranaense cresceu a uma taxa anual de 4%, contra menos de 2% do Brasil. Afirmo que o Estado se mantém em situação sólida porque, com todos esses percalços, pagamos R$ 5,6 bilhões da dívida consolidada e recebemos apenas R$ 1,1 bilhão em novos financiamentos. A dívida consolidada caiu de mais de 90% da sua receita corrente líquida, em 2010, para 58% em 2014”. – trecho do artigo “Restabelecendo a verdade”, do governador Beto Richa (PSDB), publicado nesta segunda-feira, 16, no jornal “Folha de S. Paulo”.

Leia a seguir a sua íntegra.

campagnolo - fiep

de Edson Campagnolo, na Folha de S. Paulo:

A quem interessa inviabilizar o Brasil? A pergunta poderia até soar como teoria da conspiração. Infelizmente, porém, o ambiente pouco favorável ao empreendedorismo no país leva a crer que existe uma estratégia para tirar a competitividade do setor produtivo nacional. Fato que puxa outra questão: quem estaria por trás dessas más intenções, que colocam em risco o desenvolvimento da nação?

de Fernando Gabeira, no Estadão:

Se o PT pusesse fogo em Brasília e alguém protestasse, a resposta viria rápida: onde você estava quando Nero incendiou Roma? Por que não protestou? Hipocrisia.

Com toda a paciência do mundo, você escreve que ainda não era nascido, e pode até defender uma ou outra tese sobre a importância histórica de Roma, manifestar simpatia pelos cristãos tornados bodes expiatórios. Mas é inútil.

Você está fazendo, exatamente, o que o governo espera. Ele joga migalhas de nonsense no ar para que todos se distraiam tentando catá-las e integrá-las num campo inteligível.

Vi muitas pessoas rindo da frase de Dilma que definiu a causa do escândalo da Petrobrás: a omissão do PSDB nos anos 1990. Nem o riso nem a indignação parecem ter a mínima importância para o governo.

O secretário de segurança do Paraná, Cid Vasques, publicou na Gazeta do Povo de domingo um artigo sobre a situação da segurança pública. Leia abaixo.

Acompanhei, com interesse, a série de reportagens “Crime sem Castigo”, publicada no decorrer desta semana por esta Gazeta do Povo. Trata-se de obra jornalística relevante que, cumprindo o papel da imprensa, expôs situações e problemas com o objetivo, declarado no editorial do domingo passado, de constituir substrato elementar a auxiliar no combate das mazelas que historicamente marcam o trabalho investigativo da Polícia Judiciária.