Tag

assessor

Browsing

eduardo-gaievski3

de Luiz Carlos da Cruz, Gazeta do Povo:

O ex-prefeito de Realeza, Eduardo André Gaievski, que também foi assessor da Casa Civil na época em que Gleisi Hoffmann (PT) era titular da pasta, foi condenado pela quinta vez por estupro de vulnerável. A sentença de 12 anos, 10 meses e sete dias foi proferida pelo juiz Luiz Fernando Montini, da comarca de Realeza. Desta vez, o caso é de uma vítima que teria sido abusada quatro vezes pelo ex-prefeito que oferecia vantagens e cargos públicos para familiares de menores de 14 anos com quem ele mantinha relações sexuais.

de Erick Gimenes e Thais Kaniak, G1 PR:

Marcelo Caramori, assessor da governadoria do Paraná, conforme consta no Portal da Transparência do Estado, foi preso na tarde desta quinta-feira (29) por suspeita de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina, no norte do estado. Segundo a promotora da 6ª Vara Criminal de Londrina Caroline Esteves, responsável pela investigação, ele aliciava adolescentes com idade entre 14 e 18 anos.

de Agência Câmara Notícias:

Um dos mais importantes servidores da Câmara, o Secretário-Geral da Mesa Diretora, Mozart Vianna, vai deixar o serviço público. Ele pretende oficializar a aposentadoria logo após assessorar a eleição da nova Mesa Diretora, no dia 1º de fevereiro.

Há 40 anos trabalhando na Casa, Mozart é um grande especialista no Regimento Interno da Câmara. Hoje com 63 anos, ele foi braço direito de 12 presidentes.

gaievski

de Ivan Santos, Bem Paraná:

O desembargador Carvalho da Silveira Filho, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ/PR), concedeu uma liminar a partir de um habeas corpus impetrado pelos advogados Elias Mattar Assad e Samir Mattar Assad, determinando a transferência do ex-prefeito e ex-assessor da Casa Civil, Eduardo André Gaievski, do presídio de Barracão para Guarapuava. Gaievski – está preso desde agosto de 2013, condenado por abusar sexualmente de menores – e havia sido transferido em novembro para Barracão por decisão da secretária de Justiça, Maria Tereza Uille Gomes. Ele é suspeito de aliciar adolescentes, oferecendo empregos na Prefeitura de Realeza, quando era prefeito da cidade.

Ao comentar o caso envolvendo os deputados Jair Bolsonaro (PP-RJ) e a Maria do Rosário (PT-RS), o humorista Danilo Gentili, apresentador do programa The Noite, do SBT, disse estranhar a gritaria da esquerda e de setores da imprensa sobre o caso do deputado carioca e o silêncio sobre sobre outros, também graves.

Um é o de Eduardo Gaievski, ex-assessor da senadora Gleisi Hoffmann (PT), preso em novembro do ano passado e já condenado em dois dos 32 casos de estupro as quais é acusado. “Gleisi Hoffmann acobertou um pedófilo, que era seu assessor”, lembrou Gentili, ao se referir a Gaievski.

dilma, gleisi, gaievski

O juiz Marco Antonio Dala Costa, da 3ª Vara de Execução Penais de Curitiba, autorizou no último dia 17 de outubro a transferência do ex-prefeito de Realeza e ex-assessor da Casa Civil, Eduardo Gaievski (PT), da unidade penal de Piraquara para o Centro de Reintegração Social de Barracão, no sul do Paraná. No despacho, o juiz diz que é “direito assegurado ao preso de cumprir sua pena em local próximo a seus familiares, a fim de manter os laços familiares, de consagrada importância no processo de reabilitação social”.

dilma, gleisi, gaievski

Em mais uma sentença, o ex-prefeito de Realeza e ex-assessor da Casa Civil durante a gestão de Gleisi Hoffmann (PT) à frente da pasta, Eduardo André Gaievski (PT) foi condenado nesta terça-feira, 4, a mais 10 anos e seis meses de prisão. Gaievski responde a 17 processos por estupro de vulnerável. Somada a sentença anterior proferida pela juíza Janaina Monique Zanellato Albino, de 15 de setembro, as penas de Gaievski já somam 28 anos e sete meses de reclusão em regime fechado.