Tag

bomba

Browsing

A GLOBO EDITA A ENTREVISTA COM TONY GARCIA. A EXTENSÃO DO MATERIAL, A RIQUEZA DE DETALHES, O NÚMERO DE PERSONAGENS ENVOLVIDOS QUE NÃO RESPONDEM À EMISSORA, DEVEM LEVAR A DIVULGAÇÃO DA ENTREVISTA COM TONY GARCIA PARA O INÍCIO DA SEMANA QUE VEM.

O empresário Tony Garcia deu entrevista que durou hora e meia para o Jornal Nacional da Globo no final da manhã. A previsão era de que ao menos parte dela irá ao ar ainda na noite de hoje. Virou guerra aberta. Quem ouviu diz que é “nitroglicerina pura”. Tony contestou todas afirmações de Deonilson Roldo, mostrou sua versão e as circunstâncias das negociações com a Bertin Engenharia e afirmou que o ex-governador sabia de toda a transação com empreiteiras que envolveu seu ex-secretário chefe de gabinete. E para ampliar o noticiário, jogou combustível no incêndio ao introduzir novos personagens na trama, entre eles empresários de alto e de médio coturno, deputados do alto e do baixo clero e remanescentes do antigo governo.

Do Globo:

Policiais Militares evacuaram o prédio da Escola Municipal Desembargador Cândido Honório, no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste de Manaus, após uma eleitora encontrar um objeto no banheiro, supostamente uma bomba caseira. A votação chegou a ser suspensa, mas foi retomada após as suspeitas serem descartadas. O Grupo de Manejo de Artefatos Explosivos (Marte) da Polícia Militar do Amazonas foi acionado e confirmou que não se tratava de artefato explosivo. O objeto, segundo a Polícia Militar, se tratava de uma garrafa com fios elétricos. O local foi isolado até a chegada do Grupo Marte.

images

Um número consistente de paranaenses ainda acredita que o senador Roberto Requião, o Napoleão do golpe de 1990, quando tomou o poder graças à farsa do Ferreirinha, tem vaga cativa no Panteão dos grandes estadistas. Requião foi ao poder graças a essa e a outras farsas. A do pedágio baixa ou acaba, a da indignação com a aposentadoria dos outros, a da Carta de Puebla, a do Richa e Requião, irmão, para se eleger nas costas do velho José Richa.

Pois, pois, agora Requião ficou reduzido ao que sempre foi, uma farsa. Essa ameaça da bala de prata é de provocar frouxos de riso. Além do vexame, Requião não se conforma com a evidência de que não é general de cavalaria, rei ou estadista. Napoleão? Só o de hospício. Se Napoleão fosse um Requião não passaria de cabo.

“A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”, disse Karl Marx, filósofo muito citado nas hostes de Requião pelos epígonos que o cercam. Desta tentativa de repetição da história de seus golpes sobrou apenas caricatura. A do próprio Requião no fim de linha.

requiao - tv bala de prata2

Depois de frustrar os eleitores e exibir uma propaganda amistosa no tempo que sobrou do seu horário eleitoral que teve parte dedicada a um direito de resposta de Beto Richa (PSDB), Roberto Requião (PMDB) anunciou que a bala de prata seria revelada na sequência, na web. Convocou os eleitores para seu programa on-line e não trouxe nenhuma novidade: entre divagações e teorias carentes de fundamento, disse que a verdadeira bala de prata é o voto do eleitor.

Requião ainda estava no páreo. Pesquisas mostravam que, apesar de improvável, era possível um segundo turno entre Richa e Requião. Agora, o peemedebista que prometia levar a eleição no primeiro turno após a exibição do supostamente bombástico programa eleitoral desta noite, trata a possibilidade de segundo turno como uma vitória hercúlea. Utopia manca, amparada unicamente em mirabolantes pesquisas internas anunciadas por seu partido.

Pois, pois, a bala de prata no programa de hoje acabou sendo a de Orlando Pessuti. Vamos lá. O ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) estreou no programa eleitoral na noite desta segunda-feira (29) com recado direto: “não vote em Requião”. “Uso esse espaço para fazer um alerta, eleição com Requião sempre tem armação. Assim como Mário Pereira, eu também fui vice de Requião, sempre que tínhamos opiniões contrárias às dele, nós, nossas famílias e nossos amigos éramos insultados e agredidos. Portanto, peço a você que está nos assistindo, não vote em Requião. É isso mesmo, não vote em Requião! Porque para ganhar a eleição ele é capaz de tudo, mentir, criar falsos personagens, fazer promessas mirabolantes que nunca cumpre e, principalmente, tentar confundir o eleitor com propagandas como essa que vai começar daqui a pouco”, diz Pessuti.

babuínos2

A campanha eleitoral nativa ameaça desandar em guerra de babuínos, aquela em que os símios usam como arma os próprios excrementos que atiram sobre os adversários. Requião, como de costume, anuncia uma denúncia bombástica para segunda à noite. Não surpreende. Em situações difíceis, Requião sempre partiu para o ataque com todas as armas que dispõe ou as que inventa. Remember Ferreirinha, baixa ou acaba, aposentadoria do velho Richa.

O intrigante é que a turma da outra banda jura que desta vez Requião quer mesmo é desviar a atenção de poderosa denúncia contra ele que estaria pronta para ir ao ar na mesma data. Ou antes. Segundo as informações de bastidores é material pesado, já encaminhado ao Ministério Público, que mostra farta documentação esquecida em cofre palaciano onde há anotações de contabilidade doméstica, caixa dois, transações em dólar, compra de imóveis em nome de terceiros, e coisas do gênero, muito disso em anotações de próprio punho. De arrepiar, juram os que viram.

De Banda B:

Uma maleta suspeita interditou o túnel do Terminal do Pinheirinho, em Curitiba, durante a noite desta quinta-feira (8). Por cerca de duas horas, o local ficou fechado, o que gerou transtornos.

O Esquadrão Antibombas da Polícia Militar (PM) foi acionado para verificar a situação e a maleta foi explodida com a técnica especializada. A informação, não oficial, é que tudo não passou de um alarme falso, já que nenhum explosivo havia dentro do objeto. A PM, procurada na manhã desta sexta-feira (8), não soube dar detalhes do que aconteceu.

Durante o período, a informação é que apenas a parte interna do terminal ficou fechada, o que não gerou grandes atrasos nas linhas de ônibus.