Tag

brasilia

Browsing

images

Os deputados federais Ricardo Barros (PP) e João Arruda (PMDB) disputam a coordenação da bancada paranaense no Congresso. A escolha do novo ocupante do cargo deve ocorrer nos próximos dias e existe a possibilidade de uma disputa eleitoral entre os dois. Informações da Gazeta do Povo.

O confronto contrapõe um nome mais ligado ao governador Beto Richa (PSDB), Barros, e outro vinculado ao senador Roberto Requião (PMDB), Arruda. Ambos dizem que estão negociando para chegar a um acordo e evitar a votação, que envolveria os 30 deputados federais e três senadores do Paraná.

rossoni--

O deputado federal Valdir Rossoni (PSDB-PR) iniciou os trabalhos do primeiro mandato na Câmara Federal disposto a não dar trégua ao governo Dilma Rousseff (PT). Ontem (segunda-feira, 2), Rossoni assinou pedidos para a instalação de cinco CPIs: Petrobras, BNDES, Setor Elétrico, Fundo de Pensão e Pronaf. As CPIs serão propostas pela bancada tucana. “O governo petista é um desastre. E nós tucanos vamos exigir explicações, não vamos deixar passar nada”, disse Rossoni que também é presidente do PSDB do Paraná.

ducci - brasilia

O deputado federal Luciano Ducci (PSB) estreou no parlamento e já assinou o requerimento de instalação de uma CPMI da Petrobras. Ducci também vai assinar as CPMIS da Eletrobras e do BNDES. “Assumi com a a importante missão de passar o País a limpo num momento em que a nação vive uma crise moral e econômica.”, diz o ex-prefeito de Curitiba. Com 156.263 mil votos, Ducci pleiteia ainda uma vaga na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal dos Deputados.

posseNa tarde deste domingo, foi realizado o ensaio para a cerimônia

O Globo

Um efetivo de 4.000 agentes de segurança das Forças Armadas, das Polícias Federal, Civil e Militar, dos Bombeiros e do Departamento de Trânsito (Detran) do Distrito Federal vai trabalhar na Esplanada dos Ministérios durante a posse da presidente Dilma Rousseff, na próxima quinta-feira. Haverá barreiras de controle da população na Rodoviária do Plano Piloto, que dá acesso à área, observadores nos ministérios, além de helicópteros para evitar tumultos. Na tarde deste domingo, foi realizado o ensaio da posse, com a participação de servidores do governo federal, das Forças Armadas, do Congresso e do Governo do Distrito Federal.

O coordenador do Escalão Avançado (Escav) da Presidência, coronel Flávio Lucena, disse que a área de segurança está tomando as providências para que os atos da posse ocorram com tranquilidade. O treinamento seguiu o roteiro a ser cumprido dia 1o. de janeiro, mas com cerca de 30 minutos de atraso.

Jonathan Campos / Agência de Notícias Gazeta do Povo
bibinho - Jonathan Campos - Agência de Notícias Gazeta do Povo

bibinho031141 Da Gazeta do Povo:

O ex-diretor geral da Assembleia Legislativa do Paraná, Abib Miguel, 74 anos – conhecido como Bibinho – foi preso quando recebia aproximadamente 70 mil reais em uma mala no Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek de Brasília (foto), no final da manhã desta sexta-feira (28). A prisão faz parte da operação “Argonauta”, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Paraná. Ele foi detido por força de um mandado de prisão temporária.

Foram presos também os dois filhos dele: Luciana de Lara Abib, 30 anos, e Eduardo Miguel Abib, 32, em Curitiba. Outros suspeitos, Edivan Bataglin e Sandro Bataglin, também foram detidos. Edivan é o homem que entregava o dinheiro a Bibinho no aeroporto. A operação está cumprindo mandados 14 mandados de busca e apreensão, além de cinco de prisão temporária, no Paraná, Amapá, Rio Grande do Sul e Goiás com apoio dos Gaecos locais.

assad
Sigilos bancários obtidos por ISTOÉ mostram que o empresário Adir Assad (foto), operador flagrado no escândalo da Delta, recebeu dinheiro do esquema Petrobras, através do doleiro Alberto Youssef, para repassar a políticos

Há poucas semanas, a Polícia Federal recebeu um arquivo digital com a quebra do sigilo bancário das empresas do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. São milhares de transações realizadas nos últimos oito anos: depósitos, transferências e saques de bilhões de reais oriundos de contratos de fornecedores da Petrobras – dinheiro que saiu dos cofres da estatal para abastecer o esquema de corrupção que pagou deputados, senadores, governadores e até ministros. Ao analisar detalhadamente esse material, os investigadores encontraram um personagem misterioso que pode ser a chave para comprovar a distribuição de propina a políticos de diferentes legendas. Esse personagem chama-se Adir Assad, empresário libanês apontado como intermediário de propinas de outro escândalo recente, envolvendo fraudes em contratos da empreiteira Delta com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Leia mais na ISTOÉ.

Foto: AFP
arena - afp

Em nota oficial publicada na tarde de hoje, o Clube Atlético Paranaense e a G3 United, gestora da Arena da Baixada, informaram que o Shooto Brasil, evento de MMA marcado para a Arena, em dezembro, foi transferido para Brasília “por motivos de força maior”. A nota também informa que a instalação do teto retrátil dificultou a realização do evento.

Veja a nota na íntegra:

“O Clube Atlético Paranaense e a G3UNITED, operadora oficial do Complexo CAP, comunicam que em respeito ao evento Shooto, ao seu contrato de transmissão, ao seu calendário de lutas, seus fãs e, principalmente ao grupo de atletas que está se preparando para o combate, por questão de força maior, resolveram transferir o evento para Brasília. CAP e G3UNITED repassarão para a viabilização do evento, em razão do tempo transcorrido, o valor necessário para que o evento possa ser realizado dentro das configurações e parâmetros já utilizados pela franquia em suas outras edições. O Shooto 52 será organizado pelo Empresário Edinho Bitencourt na Capital Federal.

EFE/Aaron Cadena Ovalle
Ato_em_SP EFE Aaron Cadena Ovalle

Da Gazeta do Povo:

“Boa tarde, reaças”, cumprimentou ao microfone cerca de mil pessoas em São Paulo – segundo estimativa da Polícia Militar – o empresário e jornalista Paulo Martins, que foi candidato a deputado federal pelo PSC neste ano no Paraná. “É inegável que o PT constrói uma ditadura no país”, acrescentou, sob fortes aplausos.

O discurso, realizado em cima de um carro de som, foi feito em manifestação a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), convocado pelas redes sociais para este sábado (1º) e promovido na avenida Paulista.