Tag

briga

Browsing

O caldo entornou nesta madrugada de sábado. Dois honoráveis membros do Ministério Público participavam de animado karaoke em casa noturna na Alameda Cabral. De repente, não mais que de repente, um desentendimento virou pugilato. O motivo do desentendimento é controverso. Musical? Passional? Meninas de saliência? Ora, pois, o certo é que um dos honoráveis promotores de Justiça mexeu com a namorada de um rapaz que lá estava num grupo festivo de 15 jovens. O pau comeu e virou pancadaria geral com direito a socos, pernadas, gritaria, histerismos e palavrões que fizeram corar as mulheres que trabalham na Casa.

A gloriosa Polícia Militar do Paraná foi chamada e colocou ordem no salão. Enquadrou os brigões e levou todo mundo para o CIAC-Sul. Na Delegacia, foi feito um Termo Circunstanciado, onde consta que a dupla do Ministério Público exigiu que não lhes pusessem as mãos. Otoridades. Todo mundo assinou e a malta foi liberada para terminar a noitada.

Com exceção de um dos rapazes agredidos pelo promotor de Justiça, que levou uma garrafada na cabeça e foi encaminhado ao Hospital Cajuru e precisou levar cinco pontos.

Quem ficou no prejuízo foi o proprietário da Casa, que quer saber onde vai cobrar o que perdeu no quebra-quebra.

briga - casal - bem parana

do Plantao 190, Bem Paraná:

Um incêndio no final da noite deste domingo (17) terminou de forma trágica para um rapaz de 19 anos. A situação começou na Rua Jovino do Rosário, no Bairro Boa Vista, quando um casal de jovens brigava na rua. Em seguida eles foram até o apartamento da garota no 19° andar e a briga continuou. Em seguida o rapaz teria ateado fogo no apartamento e se jogado. A garota em estado de choque conseguiu sair do apartamento sem ferimentos. As chamas tomaram conta do local e três equipes do Corpo de Bombeiros foram até o local. Eles tiveram bastante trabalho para controlar o incêndio que destruiu completamente o apartamento.

briga - pt

A Venezuela é aqui. Petistas e filiados à CUT brigaram ontem com manifestantes que pedem a saída da presidente Dilma Rousseff (PT) na frente da sede da Associação Brasileira de Imprensa no Rio de Janeiro. A briga aconteceu antes do início de um “ato em defesa da Petrobras” marcado pelo PT e pela CUT. Os manifestantes passavam pelo local com bandeiras do Brasil. Pessoas que apenas transitavam pela rua também trocaram acusações com os manifestantes pró-Petrobras. Numa das brigas, houve troca de socos.

youssef - doleiro

Da Folha de S. Paulo:

Preso há oito meses e acusado de distribuir propinas para obras da Petrobras, o doleiro Alberto Youssef quebrou um vidro da carceragem da Polícia Federal em discussão com um advogado, que acabou bancando o conserto.

O episódio ocorreu no fim de outubro, depois da última internação de Youssef, um dos principais delatores do esquema de corrupção. O doleiro tem problemas cardíacos e está, segundo seus advogados, sob alto estresse e com a saúde “bastante debilitada”. A defesa diz que a atitude foi “pontual”.

Carlos Ohara. Do UOL, em Curiitba

Dois vereadores do município de Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba (PR), viraram mesas e arremessaram cadeiras integrantes da Mesa Diretora durante a sessão do Legislativo realizada na noite de quinta-feira (27).

A fúria dos vereadores Pio Moraes e Derso Pontes –ambos do PP– foi provocada pela nulidade da eleição que definiu a nova Mesa Diretoria para o biênio 2015/2016. Realizada em março deste ano, a eleição foi anulada porque um dos vereadores que votou foi preso pela PF (Polícia Federal) e afastado do cargo em outubro, acusado de falsificar uma edição do “Diário Oficial do Município” para ocupar uma cadeira na Câmara.

dilma-vs-lula
O banqueiro André Esteves, do BTG, garantiu, há dias, numa palestra que as relações entre Dilma e Lula “não são mais as mesmas”. Estava mais que bem informado: agora, mesmo espalhando que teve alguma participação no convite a Luis Carlos Trabuco, as indicações de Nelson Barbosa, Armando Monteiro e Kátia Abreu não tiveram a participação (ou a aprovação) do ex-presidente. Mais: Lula acha que o clima entre eles irá piorar. Só não reclamará publicamente: um rompimento seria fatal para sua candidatura em 2018.

governo, brigas

Rosângela Bittar, Valor Econômico

Crises saltam dos armários aos magotes, números ruins, registros de desempenhos sofríveis. É o que dá substância hoje a um quadro confuso, em que o governo novo não começa e o velho vai acertando suas contas de forma atabalhoada. Podem até achar que está, os parâmetros são a própria conveniência, mas não está começando bem o segundo governo Dilma.

Ou é boa medida agendar um encontro com o governador do maior Estado da federação, Geraldo Alckmin, para oferecer-lhe ajuda na solução do problema de abastecimento de água que afeta milhões de pessoas, e tudo fazer para humilhá-lo ao fim da reunião? Foi a presidente Dilma quem avisou que não havia recebido demandas do governo paulista, por isso não se oferecera para socorrê-lo. Diante de quase uma dezena de projetos que lhe foram então enviados pelo governador, reeleito em primeiro turno apesar da exploração do gravíssimo problema da água na campanha, inclusive pela agência federal, Alckmin foi chamado a conversar.

Foto: Roberto Custodio / Agência Gazeta do Povo
foto londrina e brasil de pelotas - estadao conteudo - robertto custodio

Do Zero Hora:

O Brasil-Pel arrancou um empate em 2 a 2 com o Londrina, na noite deste sábado, no Estádio do Café, e garantiu a classificação para a decisão da Série D do Brasileirão. Porém, sua inédita final na competição ficou marcada por cenas lamentáveis de uma briga generalizada, que culminou na prisão do goleiro xavante Eduardo Martini.

Do Ricardo Noblat:

Acredite: a mulher do vídeo abaixo, que insultou militantes do PSDB em Brasília, é professora no Distrito Federal e foi candidata a deputada distrital pelo Partido Comunista Brasileiro.

Se se trata de uma desequilibrada ou não, pouco importa. Foi candidata. Apareceu no programa de propaganda eleitoral no rádio e na televisão. E perdeu a eleição.

Protagonizou, ontem, um escândalo em uma das quadras do Plano Piloto da cidade.