Tag

candidato

Browsing

S

Hoje, terça feira, 20, o governador Beto Richa almoça com o senador Alvaro Dias. Em Palácio. Conversa de tucanos que até aqui não se bicam. Inevitável a troca de ideias sobre o quadro político, eleições municipais, anseios pessoais e sucessão em 2018.

Alvaro Dias, que fez votação recorde para senador em outubro, se considera o candidato natural do PSDB. E acha também que o PSDB tem que ter candidato a governador para ajudar a eleger Aécio Neves na próxima.

de Gerson Camaroti, GloboNews:

O Palácio do Planalto decidiu retomar a articulação para influenciar na eleição pelo comando da Câmara dos Deputados. A nova tentativa foi deflagrada depois da avaliação de que o peemedebista Eduardo Cunha aparece em vantagem na disputa.

Cunha é um desafeto da presidente Dilma Rousseff, que apesar das declarações públicas de neutralidade, não esconde nos bastidores o seu desconforto com a eventual eleição do líder do PMDB.

Foto: Hugo Harada/ Gazeta do Povo Ducci_190712

da Gazeta do Povo:

O ex-prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) diz que a primeira pesquisa divulgada sobre a eleição de 2016 na capital não tira seu ânimo para entrar na disputa. Ducci apareceu em terceiro lugar nas intenções de voto, com 10%, atrás de Ratinho Jr. (PSC), que tem 38%, e do atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), com 17%. Sem Ratinho, Fruet tem 25% e Ducci sobe para segundo, com 17%. O levantamento do Instituto Paraná Pesquisas ouviu 816 curitibanos entre 1º e 4 de dezembro, e a margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais. “Os números não são ruins. E tem que ver se o Ratinho vai ser candidato.” Ducci conversou com ele sobre isso? “Nesse ano, ainda não.”

VALDIR-ROSSONI

Exilado em sua fábrica de Bituruna desde que deu posse ao governador Beto Richa, o presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, prepara-se agora para uma nova fase em sua trajetória política. Cuida do novo mandato de deputado federal, mas não descuida dos planos e das articulações para participar ativamente das eleições municipais. Especialmente em Curitiba, onde fez cerca de 50 mil votos, o que o coloca no topo, entre as lideranças do PSDB. Depois de Fernando Francischini, é ele o mais votado para deputado federal na capital. Não falta quem o veja como possível candidato tucano a prefeito de Curitiba.

BRA-Lula-Dilma-Mercadante

Apontado como um superministro que teria pretensões presidenciais daqui a quatro anos, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, fez questão de afastar essa hipótese logo na largada do segundo governo Dilma; “Ele é o meu candidato, sempre foi. Não tem essa discussão no PT. Quem está no coração da militância do PT é Lula. Eu não tenho essa pretensão e não está no meu horizonte”, disse ele. E continuou: “Já estou chegando numa fase da vida em que dediquei tudo que podia para fazer o melhor pela vida pública e para o país”. Ora, pois, todo petista sabe que a definição precoce do candidato atormenta a oposição e reduz o risco de fogo amigo dentro do PT.

Foto: Gustavo Miranda / Agência O Globo
bolsonaro -Gustavo Miranda - Agência O Globo

Do Globo:

Deputado mais votado no Rio, Jair Bolsonaro (PP), decidiu que irá concorrer à presidência da Câmara. O parlamentar, que já se anunciou pré-candidato à Presidência da República em 2018, disse ao GLOBO que irá concorrer na Câmara apenas para marcar posição e ter dez minutos a mais de fama. Ele irá concorrer como candidato avulso, ou seja, sem ser uma indicação oficial do seu partido. Ciente que sua chance de vitória é próxima de zero, Bolsonaro já contabiliza ao menos dois votos a seu favor: o próprio e o do filho, Carlos Bolsonaro (PSC), eleito deputado federal este ano por São Paulo.

— Quero ser candidato só para ter dez minutos de palanque, de discurso no plenário. Dez minutos a mais de fama. Sei que é impossível, mas terei aos menos dois votos. O meu e o do meu filho – disse Bolsonaro, que criticou o espaço e a atenção que o seu partido, o PP, dedica a ele.

vilson - peq

Da Banda B:

Agora é oficial. Após especulações e dúvidas em torno do nome que seria lançado pela situação para as eleições presidenciais no Coritiba, foi oficializada a candidatura à reeleição de Vilson Ribeiro de Andrade. O atual mandatário alviverde concorrerá para continuar no cargo até 2017. A chapa “Coritiba, Nós Construímos” foi definida em reunião realizada na noite desta segunda-feira (10). Procurado pela Banda B, Vilson afirmou que concederá entrevista coletiva na sexta-feira (14) e, após isso, o presidente só voltará ao assunto eleições após o Brasileirão.

Foto: Sérgio Lima
eduardo cunha - foto sérgio lima

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) declarou na manhã desta segunda-feira (10.nov.2014) que não pretende ser um candidato a presidente da Câmara submisso ao Palácio do Planalto. As informações são de Fernando Rodrigues, do UOL.

“Não sou candidato de oposição nem quero ser candidato de oposição. Mas também não quero ser um candidato submisso ao governo. Quero apenas construir uma relação de respeito com o governo e com a oposição”, disse Eduardo Cunha ao UOL pouco antes de se encontrar hoje cedo com o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), que vai ajudá-lo na campanha para presidir a Câmara em 2015.

Do Painel, Folha de S. Paulo:

A presidente Dilma Rousseff incumbiu o ministro Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) de dar dois recados ao PMDB. O primeiro: o governo está disposto a apoiar qualquer deputado da base aliada para a presidência da Câmara, desde que o nome não seja o do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ). O segundo é o apoio total e irrestrito à reeleição de Renan Calheiros (PMDB-AL) no Senado, num gesto para obter ajuda da cúpula do partido para desarmar a bomba da Câmara.