Tag

censura

Browsing

Foto: Moreira Moriz/ Agência Senado. requião_ foto Foto_ Moreira Moriz_ Agência Senado

Do senador Roberto Requião (PMDB-PR), via twitter:

“Sérgio Moro depois de ter prestado bom serviço ao país está dizendo disparates sobre o direito de resposta. Afaste-se para descansar”.

“Como no filme advogado do Diabo o heroico personagem cai nos braços da imprensa comandada por satanás. Decepção!”

“Vaidade,que merda é a vaidade.O que pode fazer com um homem até então sério! Comeu a maçã?”

moro - agencia o globo

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, criticou a nova Lei de Direito de Resposta, legislação recém-sancionada que estabelece um rito especial na Justiça para contestar publicações dos órgãos de imprensa. Ele disse que o texto legal pode ser usado como instrumento de censura. As informações são da Folha de S. Paulo.

Moro foi indagado sobre o tema em entrevista concedida ao presidente da Aner (Associação Nacional de Editores de Revistas), Frederic Kachar, diretor-geral do Infoglobo e da Editora Globo, durante a nona edição do “Fórum Aner de Revistas”, nesta segunda (23), em São Paulo.

O magistrado lembrou que o direito de resposta está previsto na Constituição e que “não é um problema em si”. Mas fez uma ressalva: “existe a questão de como assegurar esse direito sem que ele possa ser utilizado como mecanismo de censura”.

unnamed
do Josias de Souza

O senador Aloysio Nunes Ferreira, líder do PSDB, guindou à condição de prioridade o combate à proposta de regulação da mídia. “Todos os que se opõem ao governo Dilma têm o dever de se unir no Congresso e nas ruas para o combate sem trégua a essa tentativa criminosa”, disse ele, neste sábado, em timbre de conclamação. “O que está em jogo é a liberdade de expressão, cerne da vida democrática. Essa é a prioridade das prioridades.”

midia_4
Ao fim e ao cabo, até para controlar a mídia, o maior entre todos os desejos, o PT mantém a marca da esquizofrenia.

Por Mary Zaidan

É uma obsessão, uma doença crônica. Não há encontro do PT ou de maioria petista que a tal da regulação da mídia não seja um dos eixos estruturantes das discussões, para não fugir à linguagem que faz sucesso entre esta turma.

No primeiro encontro do Diretório Nacional do PT depois das eleições, encerrado ontem, o tema esteve lá o tempo todo, desde a abertura. “A presidenta já fez menção sobre a regulação da mídia e deve lançar uma consulta pública sobre essa questão em 2015”, garantiu Rui Falcão, que dirige a sigla.

Apareceu ainda espalhada em documentos diversos. Neles, a diaba da mídia é acusada de todos os males – especialmente de divulgar as denúncias de corrupção que quebraram de vez o encanto do partido que se dizia guardião da moralidade.

ditadura -

De Ricardo Noblat, O Globo:

Nada há de absurdo em se discutir o eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff no rastro do escândalo da Petrobras.

Em um regime democrático, a Constituição prevê que o Congresso pode, sim, derrubar o presidente da República. Foi o que aconteceu com o ex-presidente Fernando Collor no final de 1992.

Acusado de roubar e de ter deixado roubar, Collor despachou uma carta para o Congresso renunciando ao cargo. O Congresso, simplesmente, ignorou a carta e cassou seu mandato. Assumiu Itamar Franco, o vice-presidente.

cipb5

O juiz Lourival Pedro Chemim, do Tribunal Regional Eleitoral, negou neste sábado (27) pedido do senador Roberto Requião (PMDB) de busca e apreensão do dossiê com documentos, recibos e anotações do caixa 2 do senador, esquecido em 2010 em um cofre no Palácio das Araucárias. Cinco mil cópias do dossiê foram entregues neste sábado (27) no Boca Maldita de Curitiba. “Foi uma tentativa de censura prévia negada pela justiça eleitoral”, disse Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba, do grupo de dissidentes do partido contrários a Requião.