Tag

controladoria

Browsing

richa. controladoria

O governador Beto Richa determinou que a Controladoria estadual apure, de forma imediata, a eventual existência de antecedentes criminais, de procedimentos investigatórios ou administrativos em curso na esfera da administração de todos os servidores lotados na Receita Estadual. “Toda denúncia que for consistente deve ser investigada e, havendo culpados, que sejam responsabilizados, quem quer que seja”, disse Beto Richa.

C

O Governo do Paraná, por meio da Controladoria Geral do Estado, está criando uma série de mecanismos para que os cidadãos possam denunciar casos de corrupção em órgãos do Executivo. Quem detém informações de agentes públicos envolvidos nessas situações já pode fazer a denúncia pelo 0800 41 11 13.

Também estão sendo elaborados um site, um e-mail e uma página no Facebook que funcionarão como um canal direto entre a população e governo estadual. “Levando em conta o ditado popular que diz que ‘onde há fumaça, há fogo’, vamos analisar todos os casos e criar um banco de dados para termos acesso e apurar com seriedade essas denúncias”, explica o controlador-geral do Estado, Carlos Eduardo de Moura.

De acordo com Moura, as informações poderão ser repassadas de forma anônima, para não comprometer quem denuncia. “Desde o início de sua gestão, o governador Beto Richa tem se comprometido com a transparência no Executivo. Nossa proposta é dar uma resposta rápida ao cidadão e contribuir com o combate à corrupção nos órgãos públicos”, ressaltou.

A página no Facebook e o e-mail para fazer as denúncias serão divulgados nesta segunda-feira (23).

Do Painel, Folha de S. Paulo:

Além da investigação sobre pagamento de propina da holandesa SBM Offshore a funcionários da Petrobras, a CGU (Controladoria-Geral da União) vai abrir processos para punir os responsáveis por irregularidades na compra da refinaria de Pasadena pela estatal. O órgão já realizou apuração preliminar e decidiu instaurar procedimentos formais para ouvir suspeitos. “Pretendo em breve abrir os primeiros processos punitivos. Estamos na reta final”, diz o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage.