Tag

Copel

Browsing

alep_2

A Assembleia Legislativa aprovou nesta segunda-feira (19), em segundo turno, o novo pacote de ajuste fiscal do governo Beto Richa (PSDB). A proposta, que prevê a criação de taxas sobre a exploração de recursos hídricos (água) e minerais e a permissão para a venda de imóveis e ações da Copel e da Sanepar, foi aprovada sem grandes alterações. Das mais de 150 emendas apresentadas pelos deputados ao texto original, apenas oito foram aprovadas. As informações são do Bem Paraná.

A Copel foi eleita pelo terceiro ano consecutivo a melhor distribuidora de energia do Brasil na opinião dos consumidores – é também a quinta vez nos últimos seis anos que a empresa recebe a premiação. A divulgação foi feita em Brasília, nesta quarta-feira (22), durante a cerimônia de entrega do 18º Prêmio da Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia (Abradee). Além do prêmio na avaliação pelo cliente, a Companhia também foi reconhecida como a melhor distribuidora da Região Sul. A conquista vem um dia depois da Copel reduzir sua tarifa residencial em 14,3%.

A segunda turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou ontem a anulação de condenação contra a Copel, na qual a elétrica paranaense deveria pagar cerca de R$ 540 milhões à Ivaí Engenharia, relativa à execução de obras de derivação do rio Jordão (PR), para a construção da hidrelétrica, nos anos 1990. Na sessão de ontem do tribunal, a ministra Assusete Magalhães acompanhou o voto do relator e, por três votos a dois, os ministros acataram o embargo de declaração impetrado pela estatal. As informações são de Rodrigo Polito/Valor Econômico.

copel - alep

Engana-se quem pensa que os recentes aumentos das tarifas energia elétrica encheram os cofres da Copel. “Apenas 0,34% ficou no caixa da Copel, para remunerar custos de operação e manutenção e suprir o plano de investimentos da distribuição de energia”, afirmou o diretor presidente da Copel Distribuição S.A., Vlademir Daleffe, ao fazer, a convite do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), uma explanação aos deputados, durante a sessão plenária desta terça-feira (18) da Assembleia Legislativa, sobre a composição da tarifa da energia elétrica.

Os paranaenses poderão, a partir de 1º de julho, substituir a geladeira ou freezer antigo por um novo, mais eficiente, com desconto de 45% no preço do novo eletrodoméstico. O programa Lar Eficiente foi lançado nesta quarta-feira (24) pelo governador Beto Richa e pelo presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna. Richa lançou, ainda, os projetos Luz na Escola, que também vai reduzir a despesa com energia, e o Fatura Solidária, que destina recursos para entidades sociais em troca da adesão, pelo consumidor, à fatura por e-mail.

“Além de todos os investimentos na área energética que fazem com que a Copel seja reconhecida internacionalmente pela boa qualidade dos serviços prestados à população, a companhia tem investido no lado social”, afirmou Richa. “Além de ampliar a faixa de isenção para consumidores de baixa renda, de 100 kWh para 120 kWh, a empresa desenvolve projetos como estes, que beneficiam a população e contribuem com a preservação do meio ambiente”, disse. “A Copel é uma empresa de todos os paranaenses e tem sido fortalecida em nossa gestão. É uma empresa sólida que tem hoje uma gestão competente”, destacou.

itaipu2

Explicação para a discrepância entre oferta e preço no estado está na integração do sistema elétrico brasileiro.

de Fernando Jasper, Gazeta do Povo:

O Paraná é o maior gerador de energia do país. Mesmo assim, as tarifas cobradas pela Copel Distribuição tiveram o segundo maior aumento – considerando-se apenas as grandes concessionárias – no reajuste extraordinário que entrou em vigor na segunda-feira (02).

O preço da energia para o consumidor paranaense subiu, em média, 36,8%. Entre as principais companhias, apenas a AES Sul, que atende parte do Rio Grande do Sul, teve reajuste maior (39,5%).

Na posse do engenheiro Luiz Fernando Leone Vianna na Copel hoje, o governador Beto Richa (PSDB) contou no seu discurso que quando esteve na homenagem de 15 anos da presença da Copel na Bolsa de Valores de Nova York (EUA), em 2012, encontrou com um grupo de investidores japoneses que elogiaram a estatal paranaense, apesar do “crazy man” que governou estado entre 2003-2010. Beto Richa disse que, no Brasil, o então governante era mais conhecido como “crazy mary”. Os japoneses, segundo Richa, não entenderam muito bem a ironia.

unnamed

Pois, pois, tamanha era a fila de interessados e o governador Beto Richa nomeou o que considera um técnico de sua confiança, sem ingerência política externa. O engenheiro Luiz Fernando Leone Vianna toma posse hoje (sexta-feira, 16, às 11h), como presidente da Copel. Vianna será empossado pelo conselho de administração da Copel no polo administrativo da empresa no Mossunguê. Leone Vianna projeta investir R$ 2,5 bilhões nos segmentos de geração, transmissão e distribuição de energia, telecomunicações e exploração de gás natural. No Leia Mais, a ficha do novo presidente da Copel.

copel - foto kissner

O governador Beto Richa entregou nesta quarta-feira (14), no Palácio Iguaçu, dois cheques simbólicos referentes ao repasse de R$ 5,82 milhões aos hospitais de Clínicas e Erasto Gaertner, em Curitiba. Os recursos, que são da Copel, via leis de incentivo, serão distribuídos entre as duas instituições e aplicados no tratamento do câncer. “É uma contribuição significativa para que esses importantes hospitais continuem prestando o serviço de excelência no atendimento à saúde dos paranaenses”, disse. A foto é de Orlando Kissner.

beto copel

Em 2014, ano em que completou 60 anos, a Copel investiu mais de R$ 2 bilhões em geração, transmissão e distribuição de energia e telecomunicações. Presente em 10 estados do Brasil, a empresa ampliou o parque de usinas, investiu em matrizes renováveis, construiu novas linhas de transmissão e foi eleita a melhor distribuidora de energia da América Latina. A Copel ainda levou internet ultrarrápida a 47 municípios e lançou o Paraná Conectado, programa de inclusão digital.