Tag

delubio

Browsing

AC_o globo

O Globo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pareceres favoráveis à concessão do indulto a oito condenados no processo do mensalão. Estão na lista o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares; o ex-diretor do Banco Rural Vinícius Samarane; o advogado Rogério Tolentino; os ex-deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT), Romeu Queiroz (PMB-MG), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Bispo Rodrigues (PR-RJ). Caberá ao relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, decidir se eles serão ou não beneficiados. Em caso positivo, o grupo será perdoado definitivamente pelos crimes que cometeram no esquema que vigorou durante o governo Lula.

delubio soares - folhapress

Da Veja:

Condenado no processo do mensalão, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares deixou na tarde desta terça-feira audiência na Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas (Vepema) do Distrito Federal e passa a cumprir em casa o restante da punição a ele imposta pela prática de corrupção passiva. Ele cumpriu cerca de 10 meses da pena de 6 anos e 8 meses, no regime semiaberto, com a possibilidade de sair da prisão durante o dia para trabalhar.

Na semana passada, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a progressão de Delúbio para o regime aberto por considerar presentes os dois requisitos necessários: o cumprimento do tempo mínimo de um sexto da pena e o bom comportamento do condenado. No regime aberto, o preso deve trabalhar durante o dia e permanecer em uma casa do albergado no período noturno. Como em Brasília não existe este tipo de estabelecimento, Delúbio e os demais presos nesta situação são autorizados a passar o restante da pena em casa.

delubio soares

Do G1:

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta segunda-feira (22) o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares a cumprir o restante de sua pena de prisão em casa. O pedido de progressão do regime semiaberto para o aberto foi feito pela defesa sob o argumento de que ele tem bom comportamento e já cumpriu um sexto da pena. Ainda não ha previsão de data para Delúbio deixar o centro de detenção.

Condenado a 6 anos e 8 meses de prisão no julgamento do mensalão, Delúbio está há menos de um ano na cadeia, mas como trabalhou enquanto cumpria a pena no regime semiaberto, Barroso considerou que o ex-tesoureiro já reuniu os requisitos previstos na legislação para a prisão domiciliar. A cada três dias trabalhados, o detento tem direito de descontar um dia da pena.