Tag

dissidentes

Browsing

Com o objetivo de acompanhar  e apoiar a implementação do plano de gestão do governador Beto Richa, estarão reunidos na nesta quinta-feira (12) líderes comunitários, sindicais, estudantis e militantes partidários das agremiações que integram a administração estadual do Paraná.

A reunião será realizada  no auditório do hotel Caravelle (rua Cruz Machado, 282),  com  inicio às 19h, e dentre outros assuntos, vai promover o lançamento de um informativo, abordando temas da conjuntura política paranaense. A primeira edição deste informe traz a manchete: “Beto promove ajuste para assegurar investimentos”. Na sequência, resposta à oposição: “Viúvas do 2º turno – que não houve na eleição paranaense – tentam recriar os proscritos piquetes”.

0410 parana total boca maldita

Dissidentes do PMDB movimentaram a Boca Maldita na manhã de hoje, véspera das Eleições. Acompanhado de lideranças sociais, comunitárias e do cavalo Benedito, o grupo liderado por Doático ofuscou o protesto organizado por Roberto Requião, do PMDB, e os petistas nativos. A banda Vovó Dallas recebeu Requião, que estava na rua XV acompanhado de seu filho Maurício e outros familiares, com a música “Vou Festejar”. “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”, cantaram os manifestantes, para o visível constrangimento de Requião.

pessuti - nt

A declaração mais forte desta campanha – de Orlando Pessuti (PMDB) no programa eleitoral de alerta aos paranaenses: “não vote em Requião” – rendeu a suspensão por 60 dias do ex-governador no PMDB. “Apenas manifestei meu desacordo com a candidatura do Requião e cumpri meu papel de cidadão”, disse o ex-governador que não vê na sua manifestação qualquer desrespeito ao código de ética do partido. “Por exemplo, a direção nacional do PMDB liberou os prefeitos do partido em São Paulo a apoiar a reeleição do governador Geraldo Alckmin em São Paulo. Assim também acontece no Rio Grande do Sul, no Ceará e em outros estados. Eu não desrespeitei o partido e há jurisprudência nesse sentindo”, argumenta Pessuti.

bala de banana -nt

Para tripudiar fracasso da bala de prata, Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba, os dissidentes do partido e integrantes do comitê da Frente Ampla promovem hoje (terça-feira, 30) uma farta distribuição de bala de banana. Começa ao meio dia na Boca Maldita e se estenderá até a entrada do debate da Globo, às 22h na frente da RPC. “É para adoçar a boca amarga de alguns nesta reta final das eleições”, diz Doático.

2709-desintendentesrr

Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba, e dissidentes do partido entregaram hoje (sábado, 27) na Boca Maldita, mais de cinco mil cópias da notícia crime sobre o caixa 2 que o senador Roberto Requião (PMDB) mantinha em um cofre no Palácio das Araucárias. Junto à notícia crime, que será protocolada às 12h de segunda-feira, 29, no Ministério Público Federal, foram anexadas as trintas sete folhas – entre anotações de próprio punho, de recibos, depósitos e outros documentos de negócios do senador e sua família – da contabilidade de padaria de Requião.

Segundo Doático, mais de 250 pessoas e representantes de 80 entidades, lideradas pela UGT (União Geral dos Tralhadores) e o movimento Frente Ampla, assinaram a petição que será entregue no MPF. Também circulou na Boca Maldita, exemplares do jornal Impacto Paraná com matéria que mostra, com detalhes, como Requião operava seu caixa particular. Milhares de cópias do holerite da aposentadoria especial de ex-governador, de Requião, também foram distribuídas pela Frente Ampla na Boca Maldita.

doatico xv

O grupo de dissidentes do PMDB realiza neste sábado (27), às 11h, no Boca Maldita de Curitiba um ato de repúdio contra a criação de um novo Ferreirinha no Paraná. “Vamos repudiar aqueles que só vem o Paraná com problemas, e querem que o Estado tenha uma visibilidade negativa em todo o país”, disse Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba. Segundo Doático, serão convocados lideranças de Curitiba e RMC “para desmascarar a onda de mentiras, boatos e calúnias” muito comuns na reta final do primeiro turno. “Quanto mais eles caem nessa reta final, mais eles se desesperam e partem para os ataques baixos e calúnias. Temos que nos organizar para enfrentar isso” continua. Requião já anunciou que descerá o nível contra o governador Beto Richa (PSDB) no programa do horário eleitoral da próxima segunda-feira (30), incluindo informações pessoais sobre parentes do governador. “Requião vai tentar criar um novo Ferrerinha. Não nos intimidaremos com essas ameaças, o povo do Paraná não aceita esse tipo de prática na política” conclui Doático.

cavalo benedito

O cavalo Benedito foi a atração deste sábado (20) na Boca Maldita de Curitiba. Levado pelos dissidentes do PMDB, o animal pediu para se integrar ao “bolsa-cavalo” – “proposta do programa de governo do senador Roberto Requião (PMDB) para abrigar parte de sua manada de 88 cavalos cuidados às custas do erário”, disse Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba e coordenador do Frente Ampla. Denúncia investigada pelo Ministério Público aponta que o Governo do Paraná, à época de Requião, gastou R$ 8 milhões entre 2003 e 2010 no trato dos animais.

“São três situações que o povo quer saber: quem pagou pelo tratamento dos cavalos? Por que Requião recebe uma aposentadoria de marajá? E por que Requião fez acordo com o pedágio?”, pergunta Doático. Fac-símile de matéria da Folha de S. Paulo sobre os cavalos e cópias do contra-cheque da aposentadoria de Requião foram entregues na Boca Maldita.

0908-cavalo-anima

Neste sábado (20), o coordenador da Frente Ampla Paraná Total, Doático Santos, desafeto da hora do ex-governador, avisa que levará à Rua das Flores um cavalo de nome Benedito, simbolizando a tropa particular que vivia por conta do dinheiro público na Granja do Canguiri.

A presença inusitada do equino está programada para animar a distribuição de panfleto com fac-símile da Folha de São Paulo sobre matéria que trata do caso, publicada nos últimos dias, detalhando denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual para o competente processo judicial.

“É a Boca Maldita desfilando irreverência para abordar temas eleitorais durante a campanha em curso. Agora quero ver o bacharel de calabouço pedir a apreensão do cavalo Benedito, sob a alegação de que a presença do animal caracteriza, showmício”, desdenha Doático.

requiao doatico

Acusados pelo senador Roberto Requião de traidores do PMDB, os dissidentes do partido resolveram elencar as traições de Requião ao partido.

“Em 1989, Requião traiu Ulysses Guimarães em sua campanha presidencial pelo PMDB. Requião traiu Orestes Quércia na sua campanha a Presidente da República pelo PMDB. Requião traiu Waldyr Pugliesi em sua campanha ao Senado. Requião traiu vários candidatos a prefeito do PMDB desde 1986”, diz a nota enviada ao blog por Doático Santos, secretário-geral do PMDB de Curitiba.

“Requião traiu a coligação do PMDB com PSDB na campanha presidencial de Serra com Rita Camata de vice.Optou por Lula em 2002. Requião traiu a família Fruet (Maurício e Gustavo que saíram do PMDB para o PSDB – para serem candidatos ao Senado em 1990 – Mauricio, e deputado federal em 2006 após ser destituído do PMDB em 2004 para prefeito – Gustavo)”, adianta a nota.