Tag

doação

Browsing

lula e paulo1

Deputados da CPI da Petrobras reivindicaram nesta quarta-feira, 10, a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na comissão para explicar as doações da construtora Camargo Corrêa à empresa de eventos do petista e ao Instituto Lula. O vice-presidente da CPI, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), e outros três parlamentares do PSDB apresentaram requerimento para convocar o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. A próxima sessão de votação de requerimentos da CPI será realizada hoje, dia 11. As informações são do Estadão.

youssef 1 banda B

da Banda B:

O doleiro Alberto Youssef, que presta depoimento nesse momento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, reafirmou na manhã de hoje (11) que deu dinheiro de esquema de corrupção para a campanha de Gleisi Hoffmann (PT), em 2010. O doleiro, assim como o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, já tinha confirmado a doação de R$ 1 milhão durante as investigações da Operação Lava-Jato, no ano passado.

Youssef sustenta que o dinheiro partiu de comissão de contratos superfaturados firmados por empresas com a estatal e que o repasse foi feito a pedido do ex- ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, marido de Gleisi. A entrega dos valores teria acontecido em quatro encontros com o dono de um shopping de Curitiba, que teria feito a mediação. Desde o primeiro depoimento, o casal nega ter recebido o dinheiro.

Cinco das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato doaram ao PT, no ano passado, o equivalente a quase um terço do que a legenda arrecadou com pessoas jurídicas. A prestação de contas do partido, apresentada dia 30 ao TSE, mostra que as empreiteiras OAS, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e UTC contribuíram com R$ 16,6 milhões (29,4%). No total, o PT obteve R$ 56,3 milhões de doações de empresas. Com informações da Agência Globo.

images

de Renato Onofre e Germano Oliveira, O Globo:

O doleiro Alberto Youssef afirmou, em depoimento na Justiça Federal nesta terça-feira, que as empresas Odebrecht e Braskem depositavam as propinas relativas ao esquema de corrupção da Petrobras no exterior. Os recursos teriam sido usados para alimentar as contas do PP e do PT. O doleiro também afirmou ter entregado, a pedido de fornecedoras da estatal, propina em dinheiro no seu escritório, na Zona Sul de São Paulo, e na porta do prédio do Diretório Nacional do PT, também em São Paulo.

da Banda B:

O apelo pela vida do advogado curitibano Tiago Rodrigues, de 32 anos, feito em novembro de 2014 na Rádio e Portal da Banda B, teve um final feliz. Com a chance de um em um milhão, Tiago conseguiu encontrar uma medula óssea compatível, que virá diretamente de Israel para o Hospital Nossa Senhora das Graças, no bairro Mercês, onde acontecerá o transplante. Emocionada, Rita Hofstätter Saul, irmã do advogado, agradeceu aos leitores/ouvintes da Banda B.

gleisi e 1

Senadora petista e deputado federal do PP, os dois do Paraná, estão em lista com 16 políticos – Suspeita é que dinheiro desviado da Petrobras serviu para abastecer campanhas de três partidos

Ederson Hising, O Diário de Maringá

Uma senadora e um deputado federal pelo Paraná estão na lista com outros 14 políticos e três partidos de uma varredura que será feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em pelo menos R$ 62,6 milhões de doações eleitorais declaradas à Justiça em 2010.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) teria recebido R$ 1,5 milhão das empreiteiras Camargo Corrêa e OAS. Já o deputado federal Nelson Meurer (PP) é suspeito de receber R$ 500 mil da construtora Queiroz Galvão. No trecho da petição da PGR ao Supremo Tribunal Federal (STF), que trata da senadora, pede-se para que a “autoridade policial” pesquise doações de empreiteiras recebidas por ela e pela sigla.

Em vídeo gravado pela PGR em fevereiro com autorização do STF, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que o o sistema de doações eleitorais registradas na Justiça Eleitoral é uma falsidade. “Esse negócio de doação oficial… A maior balela que tem nesse Brasil é a doação oficial, né. Agora há pouco saiu na imprensa várias vezes que o dono da UTC fez uma doação oficial de não sei quantos milhões para o PT. Pô, com dinheiro daqui [da Petrobras]. Não tem doação oficial, isso é balela”, disse Costa.

Segundo o ex-diretor, as doações na realidade são “empréstimos”. “Eu já falei isso lá para os procuradores [do Paraná] e vou falar aqui para vocês. Esse negócio de contribuição oficial não existe, tá? Isso não existe. Nenhuma empresa vai doar [R$] 2 milhões, 3, 4, 5 milhões porque gosta de Fulano de Tal. Na realidade todas as doações, seja oficial ou não oficial, não são doações, são empréstimos. A empresa está emprestando pro cara e depois vai cobrar dele”, disse Costa.

lava-jato-documentos

Do Globo:

Documentos apreendidos nas sedes das construtoras Queiroz Galvão e Engevix, investigadas por suspeita de envolvimento no cartel para fatiar obras da Petrobras e cujos diretores foram presos pela Polícia Federal (PF), revelam registros de repasses que teriam sido feito pelas empresas a políticos e partidos que participaram das eleições deste ano. Não há confirmação de que os pagamentos foram efetivamente feitos e, em caso afirmativo, se foram feitos legalmente ou não.

gleisi - h

Nova encrenca bate a porta da senadora Gleisi Hoffmann. A petista contratou serviços da Focal Confecção e Comunicação Visual, empresa de fundo de quintal que apareceu no esquema do Mensalão do PT. Segundo Marcos Valério, operador esquema, parte do dinheiro desviado era encaminhado à Focal, à época fornecedora de camisetas do PT. Agora, a empresa é uma das responsáveis pela quase reprovação das contas de campanha da presidente Dilma Rousseff.