Tag

Eike Batista

Browsing

Radar,
Vem aí mais um problemaço para Eike Batista. Sua ex-mulher, Luma de Oliveira, entrou com uma ação pedindo 190 milhões de reais do empresário.
A atriz alega que ele omitiu uma mina de ouro na partilha do casal, que se separou em 2004 (na ocasião, o patrimônio de Eike foi avaliado em 32 milhões).
Segundo Luma, a omissão foi descoberta em 2008, quando a Receita lhe cobrou impostos sobre o bem. Eike disse que faria um “ajuste de contas”, o que nunca ocorreu. Na ação, a mina vale R$ 378 milhões.
No processo, Luma afirma que não tinha familiaridade com os negócios do ex-marido e que “jamais havia lidado com questões de natureza empresarial ou administrativa”. Também diz que “todas as decisões que tomou referentes à partilha de bens do ex-casal foram baseadas em um único elemento: a confiança que depositava em seu cônjuge”.
A ex-modelo afirma que o patrimônio foi “maliciosamente ocultado”.
Isso porque, segundo Luma, uma das empresas do casal era proprietária de uma mina no Amapá que, em suas palavras, “foi negociada pouco antes da separação, em operação que gerou um lucro extraordinário, posteriormente pago ao Réu (Eike) e só a ele”.

(Foto: Selmy Yassuda/VEJA/Dedoc)

eike-batista

Acusado de pagar propina ao ex-vice da Caixa Fábio Cleto e ao deputado Eduardo Cunha, Eike Batista esteve em Curitiba recentemente para se encontrar com os procuradores da Lava-Jato. O empresário deu explicações sobre esses casos e também sobre os depósitos realizados nas contas do marqueteiro João Santana e de sua mulher, Mônica Moura, no Panamá. As informações são da coluna Radar na Veja.

eike - foto o globo

Lauro Jardim, O Globo

Eike Batista conseguiu dar uma boa tirada agora há pouco na CPI do BNDES, onde está depondo.

Um deputado disse que outras empresas, como a JBS, deveriam seguir o seu exemplo depondo na CPI de forma aberta.

Eike pegou o mote e mandou: “É…erraram de Batista”, referendo-se aos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Pouco antes, irritado com as respostas de Eike, o deputado Arnaldo Jordy desabafou irônico:

— Então, o senhor é um fenômeno…

E o imodesto Eike respondeu:

– Eu sei…

É o show do Eike.

juiz - eike

Flagrado dirigindo o Porsche de Eike Batista, juiz Flávio Roberto de Souza disse que não havia vagas no estacionamento da Justiça Federal.

Estadão Conteúdo:

Flagrado dirigindo o Porsche de Eike Batista, apreendido pela Polícia Federal na casa do empresário, o juiz titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Flávio Roberto de Souza, afirma que levou o veículo para a garagem do seu prédio, na Barra da Tijuca, zona Oeste da cidade, por falta de vagas no pátio da Justiça Federal e por causa da lotação do depósito da Polícia Federal.