Tag

empresários

Browsing

XXIV CONVENÇÃO FACIAP 2014 - FOZ DO IGUAÇU

Para algumas regiões do Brasil, o programa de investimentos estruturais de R$ 200 bilhões anunciado pelo governo federal provocou mais decepção do que euforia. É o caso do Oeste do Paraná e do Mato Grosso do Sul que há muito aguardam a tão propalada ferrovia entre Maracaju (MS) e o litoral paranaense. A surpresa é de que esse traçado da Ferroeste foi simplesmente ignorado pela União. As informações são d’O Paraná.

Foto: Henry Milleo/ Gazeta do Povo
foto - gazeta do povo

Balancetes das viações de Curitiba e região têm movimentação de R$ 55,6 milhões com empresas menores, ligadas às permissionárias; auditores dizem que valor pode ser maior.

de Raphael Marchiori, Gazeta do Povo:

Balanços financeiros das empresas de ônibus de Curitiba analisados por auditores das comissões da tarifa colocam em dúvida o real faturamento do setor. As comissões suspeitam que empresários estão utilizando empresas menores do mesmo grupo familiar para drenar os lucros. Os balancetes das viações de dezembro de 2010 a junho de 2013 têm movimentações com outras empresas da família Gulin que ultrapassam R$ 55 milhões. São empréstimos, aprisionamentos de recursos e depósitos judiciais. Para especialistas, essas transações só ocorrem por conta de uma brecha no edital.

cadeia
Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro da Justiça (governo FHC) e da Defesa (governos Lula e Dilma), Nelson Jobim, está colaborando com as empreiteiras acusadas de formação de cartel em obras da Petrobras e investigadas por outros crimes pela Lava Jato, especialmente Camargo Corrêa e OAS. Também tem conversado com denunciados sobre delação premiada. Funções semelhantes vinham sendo exercidas por Marcio Thomaz Bastos. Todos os acusados passarão Natal e Ano Novo na cadeia e Jobim, a propósito, viajou para o Exterior. Só volta no começo de janeiro.

beto richa reuniao gif

O governador Beto Richa recebeu nesta quinta-feira (21) representantes do setor produtivo paranaense – Faep, Fiep, Faciap, ACP, Fetranspar, Fecomércio e Fecoopar – que apresentaram as propostas de diversos setores para serem executadas no Estado. “Estamos sempre abertos para receber opiniões e pedidos da sociedade”, afirmou Beto Richa.

O presidente da Ocepar, João Paulo Koslovski, disse que várias demandas apresentadas já foram solucionadas. “O que percebemos é um trabalho permanente e um diálogo constante com o governo estadual”, destacou. A elaboração do documento entregue ao governador teve a participação de todos os presidentes que integram o G7 no sentido de apresentar as principais preocupações e aspirações do grupo em relação às políticas de Governo de Estado.