Tag

escândalo

Browsing

richa - convenção psdb

da Banda B:

O governador Beto Richa (PSDB) disse neste domingo(14), durante convenção estadual de seu partido, que não vive uma crise e que tudo não passa de intriga dos adversários. O tucano negou que a administração esteja desgastada em seu segundo mandato. Segundo Richa, a oposição está dando uma ênfase muito grande a esta situação da Receita Estadual e destacou ainda que os avanços que o Paraná sistematicamente apresenta ao Brasil incomodam muito seus opositores, que não conseguem atingir esses resultados e por isso tentam denegrir a imagem do governo estadual.

“ É importante lembrar que tenho 20 anos de vida pública, dez anos entre prefeito e governador do Paraná, sem denúncias e sem uma condenação sequer”, afirmou.

mauro ricardo2222

O governo vai pedir o ressarcimento dos recursos desviados pelas fraudes ocorridas na Receita Estadual. O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, afirmou que o governo tem realizado uma investigação paralela à da Justiça e que todas as pessoas envolvidas – empresários, contadores, auditores – terão que ressarcir os cofres públicos. Com informações do Paraná Portal.

“Já estamos fazendo essa investigação, juntamente com a Corregedoria e a Justiça e iniciaremos os processos de exoneração, quando for o caso (ligados ao governo), e vamos pedir o ressarcimento de todos, sejam empresários, corruptos e corruptores, e as empresas terão que pagar suas dívidas com os juros e as correções que forem necessárias”, disse.

O secretário disse não ter algum número que possa mensurar o valor do prejuízo, haja vista, que as fraudes, conforme nota oficial do governo, “ocorrem há 30 anos”. “O que falaram (R$ 500 milhões) é chute, esse número está sendo levantado e não há um período específico, sabe como é investigação, ela começa e vamos dar toda a continuidade que precisar”, comentou. Já o Gaeco estima que os valores desviados possam ter atingido R$ 38 milhões.

da Folha de S. Paulo:

A Justiça dos Estados Unidos acredita que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, está envolvido no esquema de corrupção no futebol revelado na semana passada.

É o que informa o “The New York Times”. De acordo com o jornal, funcionários do governo norte-americano, falando sob condição de anonimato, apontaram o francês Valcke como o responsável pela transferência de US$ 10 milhões (cerca de R$ 32 milhões) usados para o pagamento de propinas.

del nero - coletiva

Em entrevista realizada na manhã desta sexta-feira (29), Marco Polo Del Nero, presidente da Confederação Brasileira de Futebol, comentou o escândalo deflagrado nesta semana envolvendo cartolas de todo o mundo, inclusive Marin, seu antecessor na CBF, que foi preso na operação. Del Nero descartou a possibilidade de deixar o cargo: “Não vou renunciar, porque não tenho nada a ver com isso”, disse o presidente da CBF.

O governador Beto Richa voltou a afirmar nesta quarta-feira (27) que o Paraná é maior do que todas as crises e que o estado não ficará parado em função do que classificou como insultos e baixarias “contra o governo, a mim e a minha família”. “Contra os ataques e armações, nossa resposta será trabalhar, trabalhar e trabalhar”.

“Nosso governo não será lembrado pelas calúnias dos nossos adversários. O nosso governo será lembrado no futuro como uma referência de trabalho e de eficiência”, disse Richa. Ele fez um balanço da administração e citou alguns indicadores que mostram o bom momento do Paraná. O governador afirmou que não há dúvida que os êxitos alcançados pelo governo do Paraná em áreas como a educação, saúde, criação empregos e infraestrutura. “O Paraná saberá, ao seu tempo, distinguir o certo do errado, a verdade da mentira, o justo do injusto”.

Após o anúncio da prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, a atual gestão da Confederação Brasileira de Futebol reafirmou, via twiter, seu compromisso com a verdade e a transparência. A postagem foi enfática ao restringir este compromisso à atual administração, “iniciada no dia 16 de abril de 2015”, como destaca a publicação reproduzida aqui na sequência: cbf - twitter - 27.05.2015

Mas a história parece ser um pouco diferente. Uma rápida olhada no site da instituição, na seção Diretoria, mostra que Marin não é tão distante da atual gestão. Mais do que isso, o ex-presidente ainda ocupa o cargo de vice-presidente, de acordo com as informações do site. Veja :

cbf - site22
(Imagem: reprodução Site CBF – clique para ampliar)

governador beto richa durante reuniao com secretarios de estado

O governador Beto Richa determinou nesta quinta-feira (26) novas medidas que ampliam a transparência dos atos da administração estadual e fortalecem os mecanismos internos de fiscalização e controle na aplicação dos recursos públicos. “Fazemos um governo aberto e transparente,que prima pela honestidade e boa aplicação dos recursos.E vamos avançar ainda mais nessa importante área”, disse Beto Richa na reunião com o secretariado do governo.

“Sou intolerante com desvio de conduta e toda denúncia que for consistente deve ser investigada. Por isso é prioritário que o governo amplie as suas ferramentas de controle”, destacou. Richa reforçou a importância da atuação da Controladoria Geral do Estado e afirmou que é essencial que as secretarias e demais órgãos do Estado tenham equipes qualificadas para responder pelos dados de cada área.

Foto: Cleber Junior / Agência O Globo caixa-1 - cleber junior - o globo

d’O Globo:

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, a Operação Dolos, para desarticular um esquema de fraudes em cem contratos de financiamentos de imóveis na Caixa Econômica Federal. O prejuízo estimado é de R$ 102 milhões e a organização criminosa atuaria em três agências no Rio (Pio X, no Centro; Riachuelo, no Bairro de Fátima, e Lote XV, em Duque de Caxias), além de ligações com São Paulo e Minas Gerais.

Foto: Laycer Tomaz/Agência Câmara/Arquivo
lavajato_180215

de André Gonçalves, Gazeta do Povo:

O escândalo de corrupção na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato é, em quantia de dinheiro desviado, pelo menos 20 vezes maior que o mensalão. Estimativas do Ministério Público Federal (MPF) sobre os dois casos apontam que o mensalão teria envolvido R$ 101,6 milhões, enquanto o “petrolão” já está em R$ 2,1 bilhões. O número de empresas e pessoas investigadas no episódio atual também é superior.

gleisi - h

Em entrevista à revista Veja, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, afirmou que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi informada das irregularidades que ocorriam na Petrobras. Ele conta que advertiu pessoalmente a ex-ministra da Casa Civil da presidente Dilma Rousseff.

Nardes informou ter feito, somente nos dois anos, cerca de 50 reuniões na Casa Civil para discutir os problemas detectados nas obras da estatal. O presidente do TCU disse ainda que contou à Gleisi que auditores do órgão constataram indícios graves de superfaturamento e combinação de preços.

“Nós comentamos o assunto em várias reuniões com a Casa Civil. Temos feito muitas reuniões, especialmente na parte de regulação, e demonstramos nossa preocupação. Não sei dizer por que nada foi feito. Mas foi comunicado.”