Tag

ferreira

Browsing

Ferreira-Gullar (4)

De Ferreira Gullar, na Folha de S. Paulo:

Neste domingo, quando cada um de nós depositará na urna o voto que elegerá ou não o seu candidato, sou levado a fazer algumas considerações a respeito desta eleição, cujo resultado, conforme creio, terá decisiva importância para o nosso futuro.

É verdade que em todas as eleições, particularmente nas presidenciais, interesses contraditórios estão sempre em jogo e o resultado do pleito sempre influirá no curso que a sociedade trilhará.

Creio, não obstante, que na disputa atual, a vitória ou a derrota deste ou daquele candidato terá consequências muito importantes para o futuro do país.

Isso se deve ao caráter que os governos do PT, nestes últimos 12 anos, imprimiram ao seu trato dos negócios públicos, seja no campo da economia, dos acordos partidários ou das relações internacionais.

Não há nenhum exagero em situar o governo petista como simpatizante do neopopulismo latino-americano, intitulado por Hugo Chávez de socialismo bolivariano.

Leia aqui, no site da Folha de S. Paulo, o texto na íntegra.

Em comentário enviado ao blog, Rosane Ferreira, vice de Roberto Requião, falou sobre a decisão que vai tomar em relação ao segundo turno presidencial, após a escolha de Requião, que apoiará Dilma, e a decisão do PV, seu partido, que apoiará Aécio. É o que segue:

“Não sou mulher de perder o rumo. Muito pelo contrário, sei exatamente onde e quando quero chegar. Foi isso que fez em 2006 a primeira deputada estadual do Partido Verde do Paraná, e em 2010 a primeira deputada do Partido Verde do Brasil. Isto sem pertencer à família de políticos tradicionais, com pouquíssimos recursos e sem apoio de blogs como o seu. Não toco apitos ou frequento tocas. Amanhã, em reunião da diretiva estadual decidiremos se acataremos, e de que forma, a orientação da nacional.

Rosane Ferreira
Deputada Federal”
.

Do G1:

O poeta maranhense Ferreira Gullar, de 84 anos, foi eleito na tarde desta quinta-feira (9), em primeiro escrutínio, membro da Academia Brasileira de Letras, em votação no Petit Trianon, no Centro do Rio. O mais novo “imortal” vai ocupar a Cadeira 37, que pertencia ao poeta e tradutor Ivan Junqueira, morto em julho deste ano.

“Estou muito feliz. Mais ou menos eu já esperava pelo que os acadêmicos me disseram. Desde que soube, já estava muito feliz. Mas na hora que acontece é diferente. Vira realidade mesmo, deixa de ser promessa”, disse Ferreira Gullar pouco depois da escolha, em festa no apartamento do também imortal Antonio Carlos Secchin em Copacabana.

Em nota enviada ao Blog, Rosane Ferreira (PV) afirma que as despesas pagas pela Assembleia estavam de acordo com as normas do legislativo e que ela, Rosane, não cometeu nenhuma ilegalidade.

A nota é o texto que segue:

Conforme a matéria veiculada em seu site nesta terça-feira, dia 30 de setembro de 2014, intitulada de “Assembleia pagou despesas pessoais de Rosane Ferreira, a vice de Requião”, cabe o seguinte esclarecimento:
De acordo com a Resolução 003/2004 da Assembleia Legislativa do Paraná, as possibilidades de gastos das verbas de gabinete com a permissão de seus ressarcimentos estão claras no artigo 1º, onde fica instituída a Verba de Ressarcimento destinada ao reembolso de despesas com passagens, telefones, correspondência, moradia, refeições, combustível, aluguel e manutenção do escritório, aluguel de veículos, diretamente relacionadas com o exercício do mandato parlamentar.
A sua afirmação de que utilizei a verba de ressarcimento para pagamento de ‘despesas particulares’ não é verdade, uma vez que possuo sim um escritório parlamentar na cidade de Araucária e todas as despesas e notas apresentadas são referentes a este imóvel.
Quem me conhece e acompanha meu trabalho parlamentar, sabe que o imóvel se encontra ao lado do consultório médico de meu marido, não se confundindo com este, tanto que as faturas são em meu nome e não no dele.
As despesas referentes a rádio, jornal e outdoors são relacionadas à divulgação de atividades parlamentar, ou seja, prestação de contas do mandato.
Diante de todo o exposto, as declarações trazidas pela matéria são infundadas, caluniosas e induzem o leitor ao erro.
Por isso, ciente da sua responsabilidade como jornalista, estou certa que restabelecerá a verdade dos fatos.

Rosane Ferreira