Tag

governo federal

Browsing

richa - convenção psdb

da Banda B:

O governador Beto Richa (PSDB) disse neste domingo(14), durante convenção estadual de seu partido, que não vive uma crise e que tudo não passa de intriga dos adversários. O tucano negou que a administração esteja desgastada em seu segundo mandato. Segundo Richa, a oposição está dando uma ênfase muito grande a esta situação da Receita Estadual e destacou ainda que os avanços que o Paraná sistematicamente apresenta ao Brasil incomodam muito seus opositores, que não conseguem atingir esses resultados e por isso tentam denegrir a imagem do governo estadual.

“ É importante lembrar que tenho 20 anos de vida pública, dez anos entre prefeito e governador do Paraná, sem denúncias e sem uma condenação sequer”, afirmou.

pepericha 1 José Richa Filho:

O governo federal lançou nesta semana mais um pacote de intenções na área de infraestrutura. São R$ 198 bilhões prometidos para os modais rodoviário, ferroviário, portuário e aeroportuário. No entanto, a realidade mostra que de concreto há apenas R$ 69 bilhões, ficando R$ 130 bilhões para depois de 2018.

Ao Paraná, a União e as lideranças ligadas ao governo alardeiam R$ 11,1 bilhões de aporte. Mas basta olhar as apresentações divulgadas pelo Ministério do Planejamento e ver que a conta é menor. No setor rodoviário, o governo federal diz ter R$ 7,9 bilhões que serão aplicados em Santa Catarina e no Paraná. No entanto, a realidade é outra e os paranaenses sairão perdendo.

Deste montante, ficaremos apenas com R$ 900 milhões, correspondente a concessão de 250 quilômetros em União da Vitória e menos de 150 quilômetros nas BR-116 e BR-376, que ganharão terceiras faixas. Os outros R$ 7 bilhões serão aplicados em duplicações e melhorias de 2 mil quilômetros em Santa Catarina e em algumas ligações do Paraná com São Paulo. É um contrassenso, pois boa parte da produção agrícola e industrial das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil cruza as rodovias paranaenses.

dilma - lewandowski

O presidente do STF, Ricardo Lewandowski, admitiu ontem (segunda-feira, 18) que o governo federal quer adiar para 2016 a primeira parcela do reajuste salarial escalonado para servidores do Judiciário. Lewandowski ressaltou essa é “uma proposta” que está na mesa de negociação e que a Justiça ainda tenta uma recomposição “emergencial” para este ano. As informações são do Estadão.

Do Painel, Folha de S.Paulo:

Sem maquiagem O contingenciamento do Orçamento, que será anunciado hoje, deve ficar entre R$ 27 bilhões e R$ 28 bilhões, bem abaixo dos R$ 55 bilhões de 2012 e dos R$ 35 bilhões que foram aventados. A estratégia é apresentar um corte menor, porém “mais realista”, segundo auxiliares de Dilma Rousseff. A área econômica também vai anunciar que o superavit primário será de 3,1%, mas terá descontados investimentos do PAC. Ou seja: na prática, o valor da economia será menor.