Tag

greve

Browsing

fruet2

A manhã desta quarta-feira (13) será decisiva para os trabalhadores da Urbs. Em negociação salarial desde fevereiro e sem uma proposta efetiva do prefeito Gustavo Fruet (PDT), os trabalhadores decidiram entrar em greve a partir de zero hora. O sindicato da categoria diz que a data base é em maio e a proposta ofertada por Fruet é de 0% enquanto a inflação do período foi de quase 10%. Com informações de Viviane Nonato na Massa News.

O deputado federal Fernando Francischini (SD/PR) divulgou um áudio que comprova o interesse político na greve dos servidores municipais de Maringá. A conversa vazada de um grupo funcionários da Educação escancara a estratégia de desgastar politicamente a administração dificultando o dia a dia da população. A grevista chega a chamar as mães que não trabalham de “preguiçosas”. Um escárnio.

hc ufpr

O sindicato dos trabalhadores do Hospital de Clínicas realiza manifestação de 24 horas nesta quarta-feira (24) para cobrar melhorias junto à reitoria da UFPR . Segundo José Carlos de Assis, coordenador-geral do Sinditest, a situação é tão ruim que nesta terça-feira (23), as cirurgias foram canceladas pela falta de anestésicos. As informações são Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias na rádio Banda B.

“Após a implantação da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) piorou muito as condições de trabalho. Faltam medicamentos e equipamentos básicos, prejudicando os pacientes. Vamos parar por 24 horas amanhã, aqui e em outros hospitais ligados às universidades federais, para cobrar o governo. Queremos que todos os funcionários do HC participem do movimento, porque a situação está insustentável”, disse José Carlos.

greve9

Banda B

Curitiba e Região Metropolitana terão ônibus circulando neste sábado (6)? A resposta a esta pergunta ainda é uma incógnita, porém, tudo indica que a greve anunciada pelos motoristas e cobradores para amanhã possa não acontecer. De acordo com o vice-presidente do Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região), Dino César, nesta quinta-feira (4), o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) informou que o pagamento do salário de janeiro, com data limite para esta sexta-feira (5), quinto dia útil, deverá ser feito por todas as empresas dentro do prazo. “Estamos na expectativa para ver se, de fato, os salários e o vale-alimentação serão pagos hoje. Se isso se confirmar, não teremos greve de ônibus amanhã”, informou César.

Curitiba tem voos cancelados ou atrasados.

Banda B, com Agência Brasil

Os trabalhadores do setor aéreo fizeram um protesto na manhã desta quarta-feira (3) em 12 aeroportos brasileiros de sete capitais, causando atraso em voos. A paralisação começou às 6 horas e se encerrou às 8 horas, porém, os reflexos do movimento devem ser sentidos ao longo de toda esta quarta-feira. A greve incluiu os aeroviários, cujas atividades incluem check-in e despacho de bagagens, e os aeronautas, cuja categoria abrange pilotos e comissários de bordo.

A greve de duas horas afetou de forma direta os aeroportos de Santos Dumont e Galeão, no Rio, Guarulhos e Congonhas, em São Paulo, além de Brasília, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza e Campinas.

inss-curitiba1_

Banda B

Depois de mais de quatro meses em greve, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retornaram ao trabalho nesta segunda-feira (25). Porém, o retorno não é total. Apesar de 100% dos médicos estarem trabalhando, apenas os casos de primeiro exame, aquele necessários para a concessão do auxílio-doença, estão sendo atendidos.

Os médicos peritos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), em greve desde setembro do ano passado, atenderam no Paraná apenas 30% dos serviços agendados no período. Em Curitiba, Região Metropolitana e litoral são cerca de 60 médicos que atuam na função. Na agência da Praça Santos Andrade, a prioridade nesta manhã foi para os usuários que ficaram sem receber o auxílio-doença durante o período de greve.

greve-fora

Banda B

Oito empresas de ônibus ainda não pagaram os motoristas e cobradores e, se isso não for feito ainda hoje, 6000 trabalhadores entrarão em greve, comprometendo 310 linhas, de acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região (Sindimoc). Na última sexta-feira (8), os trabalhadores fizeram uma paralisação de meia hora na Praça Rui Barbosa, no Centro.

– Leia aqui a reportagem completa
.

estrada - protesto

O governo determinou nesta segunda-feira que a Polícia Rodoviária Federal aplique multa de R$ 1.915 aos caminhoneiros que bloquearem estradas. Protestos da categoria contra Dilma Rousseff (PT) afetaram rodovias e avenidas de 14 Estados nesta segunda-feira, 9. O movimento grevista, que pede a renúncia da presidente, foi organizado por motoristas autônomos desvinculados dos sindicatos e não tem previsão para acabar. As informações são de Veja.

foto marco andre -

Daqui a pouco, às 17h na sede do Sigmuc, os Guardas Municipais de Curitiba devem rejeitar a proposta de acordo do prefeito Gustavo Fruet (PDT) e manter a greve a partir da próxima segunda-feira, 5. O sindicato reclama da precarização do trabalho, sucateamento e o arrocho salarial feita através de decreto que mudou as escalas dos guardas. O Sigmuc afirma que o cálculo estabelecido no decreto do prefeito reduz a remuneração dos guardas de R$ 400 a R$ 1.000.

Na noite de ontem (24), os trabalhadores nos Correios do Paraná votaram pela adesão à greve nacional, que agora soma 19 bases sindicais paralisadas, incluindo as maiores, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. A decisão vale para todo o estado e a paralisação segue por tempo indeterminado.

A categoria protesta contra a inclusão, no Acordo Coletivo de Trabalho, de uma nova modalidade de plano de saúde, que prevê cobrança de mensalidade de até 12,98% sobre o salário bruto e exclusão de dependentes. Os trabalhadores reivindicam também a incorporação da Gratificação de Incentivo à Produtividade – GIP, no valor de R$200; correção linear de 12% da GIP; reajuste das perdas salariais desde 1994, no valor de 22,72%; aumento salarial de R$300; correção automática de salários e piso salarial de R$3.377,62, conforme cálculos do DIEESE.