Tag

guido

Browsing

Painel, Folha de S. Paulo:

Guido Mantega (Fazenda) ficou irritado com as críticas de Marta Suplicy à política econômica do governo, explicitadas na carta de demissão da senadora do Ministério da Cultura. Em conversa com auxiliares, o ministro, cuja saída do cargo também é iminente, rebateu a ex-ministra: “Das duas, uma: ou ela se rendeu ao discurso do mercado financeiro ou quer desviar atenção de sua gestão na Cultura”. E prosseguiu: “E não faltou dinheiro no ministério dela. O que faltou? Talento?”.

Imagem: Marcelo Camargo / Agência Brasil
gilberto_carvalho_2

Do Ricardo Noblat:

Ainda no primeiro turno da eleição presidencial deste ano, Dilma anunciou que Guido Mantega, ministro da Fazenda, deixaria o governo mesmo que ela fosse reeleita. Mantega então virou um ministro demitido no exercício temporário do cargo. Original, por suposto.

E Dilma? O que virou depois que Gilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, disse em entrevista à BBC Brasil que ela “avançou pouco” no atendimento das demandas dos movimentos sociais e se afastou dos “principais atores na economia e na política”?

Arno Augustin

Além das defecções óbvias, como as dos paranaenses Paulo Bernardo e Gilbertinho Carvalho, a grande dúvida é na área financeira. Na mesma semana que Guido Mantega, ministro da Fazenda, diz que o resultado das eleições “mostra que a população está aprovando a política econômica que nós estamos praticando”, o secretário do Tesouro, Arno Augustin, o algoz do Paraná, para justificar o resultado fiscal negativo em R$ 25,5 bilhões, um déficit recorde nas contas públicas, jura que “o governo acha que optou pelo melhor para o país”.

A explicação de Augustin era sensivelmente piorada com o tom de voz exibido pelo secretário que, segundo os melhores observadores, carregava uma dose de consternação. Ele, como Mantega, também está limpando as gavetas. No máximo, poderá ganhar um cargo menor no Planalto.