Tag

ibope

Browsing

fruet_internet

Segundo a pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 19, pela RPC/TV Globo, 53% desaprovam a forma como o prefeito Gustavo Fruet (PDT) vem administrando Curitiba. 40% declaram que a aprovam. Aqueles que não sabem ou preferem não responder somam 7%.

Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação da administração de Fruet. Veja os números:

– Ótima/Boa – 26%
– Regular – 42%
– Ruim/Péssima – 28%
– Não sabem avaliar – 3%

A margem de erro de 3% e o grau de confiança da pesquisa, 95%. Foram 805 entrevistas entre os dias 15 e 18 de setembro. O levantamento está registrado no TSE sob o número PR-01610/2016.

Fernando-Francischini-Foto-Agência-Senado

Nesta terça-feira, 12, o deputado Fernando Francischini (SD) classificou como fraude a pesquisa eleitoral para prefeito de Curitiba, realizada pelo Ibope, e divulgada na segunda-feira, 11. “Pesquisa eleitoral do Ibope em Curitiba é uma fraude contra os eleitores. Escolheram, com critérios obscuros, quem seriam os candidatos para direcionar opinião pública! Quais são os interesses envolvidos?”, questionou Francischini no facebook.

(foto: Agência Senado)

lula - foto RS _instituto lula

d’O Globo

Pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira, 26, pelo jornal O Estado de S. Paulo, revela que a rejeição ao ex-presidente Lula (PT) aumentou. O percentual daqueles que dizem que não votam de jeito nenhum em Lula aumentou de 33% (maio de 2014) para 55%. O índice dos que votariam no petista em 2018 é de 23%. Em maio do ano passado, o percentual de possíveis eleitores era de 33%.

O levantamento, realizado entre os dias 17 e 21 de outubro, pesquisou o potencial de voto de alguns dos principais políticos que podem vir a disputar a presidência da República em 2018.

images
Se houvesse um segundo turno hoje, entre Aécio Neves e Lula, o mineiro venceria por 50% a 31%; se fosse José Serra contra o ex-presidente, o tucano levaria por 43% a 36% e se o candidato do PSDB fosse Geraldo Alckmin, seria 41% e 37% para o petista. São dados de nova pesquisa Ibope, que o instituto faz mensalmente envolvendo várias questões. Alckmin não gostou, mas acha que, até 2018 muita coisa pode mudar e mantém sua pré-candidatura entre o tucanato mais chegado. Ele e Aécio não estão conversando. Em eventos públicos, tratam apenas, se juntos, de manter as aparências. A novidade é o bom resultado para Serra, incluído pela primeira vez no levantamento.

O Senado estuda proibir a divulgação de pesquisas de intenções de votos nos sete dias que antecedem as eleições. A comissão que discute a reforma política no Senado vai colocar em votação nesta terça-feira, 14, PEC que veda a divulgação de levantamentos nesse período. Relator da comissão, Romero Jucá (PMDB-RR) decidiu fixar o prazo com o apoio da maioria dos membros do colegiado, que considera prejudicial ao candidato que não está na frente a revelação das intenções de votos dos eleitores às vésperas da disputa. “É uma questão polêmica, mas vamos analisar essa PEC. O prazo não pode ser grande demais, mas a proibição deve ser total uma semana antes das eleições”, disse Jucá. As informações são da Folhapress.

alvarodias2

Os erros cometidos no primeiro mandato de Dilma Rousseff colocaram o país de pernas para o ar e a economia em níveis dramáticos, portanto, a última pesquisa CNI/Ibope representa uma fotografia da ineficiência e um atestado da incompetência absoluta do PT em presidir o Brasil. A afirmação foi feita pelo senador Alvaro Dias, em discurso no Plenário na sessão desta quinta-feira (02), ao fazer um balanço dos primeiros seis meses do segundo mandato da presidente Dilma.

messi-300x208

do Lauro Jardim:

Se o Brasil fracassou na Copa América, o torneio é um sucesso na disputa pela audiência na TV paga.

O empate sem gols entre Argentina e Colômbia, na sexta-feira passada, rendeu ao SporTV 4,22 pontos, segundo o Ibope medido nas principais regiões metropolitanas do Brasil.

Não foi apenas a maior audiência de 2015 na TV paga. Em números absolutos, é o maior público da história da TV paga – 5,5 milhões de espectadores.

dilma_e_lula_3

do Ricardo Noblat:

O que mais deve preocupar a presidente Dilma Rousseff em meio ao tsunami de más notícias trazidas pela mais recente pesquisa do Ibope que ouviu 2.002 pessoas em todo o país entre os últimos dias 21 e 25: a queda na aprovação dela não se dá apenas entre os que votaram em Aécio Neves (PSDB) para presidente da República. Não.

Entre os que dizem ter votado em Dilma no segundo turno da eleição de 2014, a aprovação do seu governo caiu de 80% em dezembro último para 34% agora. Entre os partidários de Aécio caiu de 16% para 3%. Para 69% dos entrevistados, Dilma é culpada pelo esquema de corrupção na Petrobras. Para 60% deveria ser deposta.

dilma-foto1
De acordo com o instituto, 23% consideram o governo ‘regular’ e 64% ‘ruim ou péssimo’

d’O Globo:

BRASÍLIA – Apenas 12% consideram o governo Dilma Rousseff “ótimo ou bom”, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira. De acordo com o instituto, 23% consideram o governo “regular” e 64% “ruim ou péssimo”.

Na pesquisa de dezembro, 40% consideravam o governo “ótimo ou bom”, o que representa uma queda de 28 pontos. Também na pesquisa anterior, 32% consideravam o governo “regular” e 27% de “ruim ou péssimo”.

O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 25 deste de março, com 2.002 pessoas em 142 municípios.

MANEIRA DE GOVERNAR

De acordo com o mesmo levantamento divulgado nesta quarta-feira, 19% dos brasileiros disseram aprovar a maneira de governar da presidente Dilma. Em dezembro, 52% da população aprovavam a maneira de governar de Dilma. O resultado de hoje mostra uma queda uma queda de 33 pontos.

jornal nacional1

de Ricardo Feltrin, UOL:

Um “terremoto” ocorreu na redação da Globo na noite de hoje. O “Jornal Nacional” registrou uma das mais baixas médias de audiência em dias úteis, segundo dados prévios obtidos pelo UOL.

A média de audiência esta noite foi de 20 pontos, que é equivalente ao índice do telejornal global em um sábado de feriado prolongado.

Na segunda-feira passada a média foi de 29 pontos. A segunda-feira de Carnaval, por exemplo, deu 25 pontos na Grande SP (cada ponto = 67 mil domicílios). Os dados consolidados do Ibope só serão divulgados amanhã e podem sofrer pequena variação (geralmente nunca maiores que um ponto).

Dez anos atrás a média do “JN” era de 35,8 pontos na Grande São Paulo.