Tag

índice

Browsing

desemprego_17

De O Globo

A economia brasileira encolheu 1,7% no terceiro trimestre, na comparação com o segundo trimestre do ano, informou o IBGE nesta terça-feira. É a maior contração da série histórica para um terceiro trimestre da série histórica do IBGE, de 1996, e a terceira retração seguida, prolongando o ambiente recessivo, que também já é o maior desde o início da série histórica do IBGE.

Míriam Leitão, O Globo

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios é sempre um retrato do país com seus avanços e retrocessos. Destaco aqui porque é absurdo o fato de que de 2013 para 2014 aumentou em 143 mil o número de crianças com 5 a 17 anos trabalhando. Eram 7,5% das crianças e adolescentes e no ano passado aumentou para 8,1%. Ao todo, nesta faixa em que as pessoas precisam brincar ou estudar existem 3,3 milhões de brasileiros trabalhando.

carteira de trabalho - foto

A taxa de desemprego alcançou 7,5% em julho, a maior para o mês desde 2009, quando atingiu 8%, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 20, pelo IBGE. Ao considerar todos os meses do ano, é o maior valor desde março de 2010, quando ficou em 7,6%. Em junho deste ano, o índice ficou em 6,9% e, em julho de 2014, em 4,9%. A série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego começa em março de 2002. As informações são do Reuters/Veja.

gleisi-senado

Não é piada, maldade ou crítica dos adversários do petismo. Uma entrevista da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) nesta quarta-feira, 12, já provocou a derrocada de ações na Bolsa de Valores de São Paulo. A petista é relatora da medida provisória 675 e disse à Reuters que vai propor que a contribuição social sobre o lucro líquido dos bancos seja elevada até 23%, acima dos 20% propostos pelo governo na MP. Gleisi também afirmou que seu relatório incluirá o fim do benefício fiscal de grandes empresas com a distribuição de juros sobre capital próprio. As informações são da InfoMoney.

Os bancos e seguradoras caíram forte com os mercados de olho na apresentação de Gleisi. A CSLL está hoje em 15%. Além disso, pode ser retirado o benefício social da dedução, no imposto de renda, dos recursos distribuídos na forma de juros sobre capital próprio – os bancos são uns dos mais favorecidos pelo benefício.

mail.google.com

A agência de classificação de risco Moody’s cortou a nota de crédito do país nesta terça-feira (11), deixando-o a apenas um nível de perder o grau de investimento –selo de “bom pagador”. A nota do Brasil passou de Baa2 para Baa3. A agência alterou ainda a perspectiva da nota de negativa para estável. As informações são da Folha de S. Paulo.

A Moody’s atribuiu a decisão ao desempenho econômico mais fraco que o esperado, à situação fiscal do país e à falta de consenso político para aprovar as reformas fiscais.

de Pedro Soares, Folha de S. Paulo:

A inflação oficial do país, medida pelo IPCA, foi de 8,13% nos 12 meses terminados em março. Ela foi pressionada principalmente pela alta de alimentos e de energia, que subiu 60,42% em 12 meses.

A variação do IPCA é a maior em 12 meses desde o período encerrado em dezembro de 2003 (9,30%), quando o país ainda sofria os efeitos da crise decorrentes das eleições presidenciais do ano anterior, que mexeu com a confiança e fez o câmbio disparar. A estimativa da Bloomberg havia sido de que chegasse a 8,20%.

Foto: Michel Filho / O Globo/Arquivo
fome - o globo

De Clarice Spitz, O Globo:

Cerca de um quinto dos domicílios brasileiros (22,6%) tiveram algum tipo de restrição ou ao menos preocupação sobre ter alimento na mesa. Desses, 3,2% dos lares ou 7,2 milhões de pessoas tiveram fome, comprometendo a qualidade e a quantidade de alimentos dados inclusive a crianças em formação. Os dados fazem parte do Suplemento de Segurança Alimentar, elaborado pelo IBGE com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2013) em 65,3 milhões de domicílios. Os entrevistadores perguntaram em lares do país qual a percepção delas em relação aos alimentos, se houve alguma restrição ou carência nos últimos 90 dias.

IBC-Br, conhecido como PIB do Banco Central, apontou retração de 0,26% no mês. Economistas esperavam avanço.

Do Globo:

A economia brasileira encolheu 0,26% em outubro, na comparação com setembro, de acordo com os cálculos do Banco Central, que divulgou nesta segunda-feira o Índice IBC-Br. O resultado reverte o desempenho registrado no mês anterior, quando o Produto Interno Bruto (PIB, soma de bens e serviços produzidos) havia crescido na mesma proporção.

dilma campanha - mil

Do Globo:

A economia brasileira cresceu 0,1% no terceiro trimestre, na comparação com os três meses anteriores, informou o IBGE nesta sexta-feira. A expectativa do mercado financeiro era de alta de 0,2%, segundo analistas ouvidos pela agência de notícias Bloomberg. Em relação ao terceiro trimestre de 2013, o Produto Interno Bruto (PIB, soma de bens e serviços produzidos no país) cai 0,2%. Já no acumulado do ano, a alta é de 0,2%. Em valores correntes, o PIB foi de R$ 1,289 trilhão.