Tag

indonésia

Browsing

brasileiro - indonésia1

Autoridades indonésias disseram nesta quinta-feira (23) que esperam anunciar em breve a data de execução de um grupo de condenados por tráfico de drogas, depois que o tribunal mais importante do país rejeitou o recurso final de todos, com exceção de um. As informações são da EFE/Gazeta do Povo.

No grupo está o paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 41 anos, preso há dez anos no país, acusado de tráfico de drogas. Mais da metade do grupo de 10 prisioneiros que devem enfrentar o pelotão de fuzilamento são estrangeiros. O caso tem abalado as relações do governo de Jacarta com Austrália, França e Brasil.

lula e dilma --2

Na Era PT, definitivamente os interesses superiores do país deixaram de orientar nossa política externa. Cederam a vez à ideologia pessoal do governante da ocasião.

do Ricardo Noblat:

Que alma corajosa se oferece para aconselhar a presidente Dilma a renovar seu vocabulário, começando por descartar lugares comuns do tipo “Não ficará pedra sobre pedra” e “Doa em quem doer”?

Lugares comuns arranham os ouvidos. E com frequência se voltam contra os que gostam de usá-los. Um exemplo? “Não ficará pedra sobre pedra” da política externa brasileira depois da passagem de Dilma pelo poder.

Forcei a barra? Tentarei ser mais justo: não ficará pedra sobre pedra da política externa brasileira depois da passagem de Lula e Dilma pelo poder. Melhor assim?

gularte_130215

da Agência Brasil:

O Ministério das Relações Exteriores informou hoje (19) que um representante da Embaixada do Brasil em Jacarta entregará em mãos, nesta sexta-feira (20), uma carta ao diretor da Penitenciária Pssar Putih, onde Rodrigo Gularte está preso, solicitando a transferência do brasileiro para um hospital psiquiátrico na cidade de Yogyakarta. Gularte, de 42 anos, está preso desde 2004 após entrar na Indonésia com 6 quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe e foi condenado à morte no ano seguinte.

unnamed

A Indonésia adiou a execução de prisioneiros, inclusive do iguaçuense Rodrigo Muxfeldt Gularte, prevista para este mês, alegando que a prisão onde as sentenças de morte seriam cumpridas não está pronta. Rodrigo, de 42 anos, está preso desde julho de 2004, após tentar entrar na Indonésia com 6kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele foi condenado à morte no ano seguinte. As informações são da BBC.

rodrigo - g.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, rejeitou nesta terça-feira o pedido de clemência feito pelo governo brasileiro em nome do iguaçuense Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42 anos, condenado à morte por tráfico de drogas. Em nota, o Itamaraty confirmou a recusa e afirmou que “irá esgotar todas as possibilidades de comutação da pena do nacional Rodrigo Gularte permitidas pelo ordenamento jurídico da Indonésia”. As informações são da Veja.

unnamed

O paranaense, de Foz do Iguaçu, Rodrigo Muxfeldt Gularte, 41, foi preso no aeroporto de Jacarta em julho de 2004, flagrado com 6 quilos de cocaína escondidos em pranchas de surf. Ele está condenado a morte, na Indonésia, mas sua execução ainda não tem data prevista para ocorrer.

Relatos ainda não confirmados oficialmente dão conta de que Gularte teve seu segundo pedido de clemência negado pelo presidente da Indonésia, Joko Widodo. Na prática, isso significa que não há mais impedimentos legais para a execução do paranaense. Ele receberá a visita de uma prima neste fim semana. Ela leva um laudo médico que atesta um quadro de esquizofrenia em Gularte, numa tentativa de amenizar a pena.

advogado. indon.

O presidente da Indonésia não atendeu a apelos da presidente Dilma Rousseff para poupar a vida de dois brasileiros presos no país asiático e condenados à morte por tráfico de drogas, segundo informou nesta sexta-feira (16) o assessor especial para assuntos internacionais do Brasil, Marco Aurélio Garcia. Informações do G1.

Os dois brasileiros são Marco Archer e Rodrigo Gularte. Segundo Garcia, Dilma conversou por telefone nesta sexta com o presidente indonésio, Joko Widodo. De acordo com o assessor, o fuzilamento de Archer deve ocorrer neste domingo (18).

“Não houve sensibilidade por parte do governo da Indonésia para o pedido de clemência do governo brasileiro. Em princípio, a execução deve se dar à meia-noite de domingo, hora de Jacarta, às 15h no horário de Brasília”, informou Garcia.

Foto: Vincent Thian/AP
aviao-3

Airbus A320-200 desapareceu do radar às 6h17 (local) deste domingo (28). Voo QZ-8501 seguia para Cingapura e atravessou mau tempo.

Do G1:

Um Airbus A320-200 da AirAsia, com 155 passageiros a bordo e sete tripulantes, que fazia a rota entre a Indonésia e Cingapura, sumiu do radar neste domingo (28), informaram o Ministério dos Transportes indonésio e a companhia aérea.