Tag

inquérito

Browsing

da Folha de S. Paulo

A Justiça Militar do Paraná arquivou nesta terça-feira (22) um inquérito que apurava os supostos excessos cometidos por policiais militares durante um protesto de professores da rede pública estadual contra o governo Beto Richa (PSDB), em abril de 2015.

Os policiais estavam sendo investigados por suspeita de crime de lesão corporal e emprego abusivo de força durante a manifestação contra mudanças na previdência dos servidores em frente à Assembleia Legislativa.

A decisão foi dada após o promotor Misael Duarte Pimenta Neto, da Vara da Auditoria Militar em Curitiba, já ter solicitado o arquivamento do inquérito, em fevereiro, alegando que não havia elementos suficientes para individualizar a conduta dos policiais.

No despacho, o juiz Davi Pinto de Almeida lamentou o desfecho do caso, mas considerou que os agentes cumpriram seu dever ao impedir que os manifestantes invadissem a Assembleia, e que não há indícios de que eles tenham começado as agressões.

membros_da_forca-tarefa_da_lava-jato

d’O Globo:

Os delegados da Força-Tarefa da Operação Lava-Jato trabalham neste final-de-semana para concluir o inquérito da 14ª fase da operação, que investiga a participação das empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht no esquema de formação de cartel, fraudes nas licitações e lavagem de dinheiro da Petrobras. Segundo a Polícia Federal, o último investigado foi ouvido nesta manhã. Na tarde de sexta-feira, o presidente da empresa Odebrecht S.A, Marcelo Bahia Odebrecht, e os ex-diretores Marcio Faria da Silva, Alexandrino Salles Ramos de Alencar e Cesar Ramos Rocha ficaram calados durante os depoimentos. A decisão já tinha sido apresentada pela defesa da empreiteira, que entregou uma petição à Justiça questionando a atitude da PF marcar os depoimentos nos últimos dias do inquérito.

moro

da Gazeta do Povo:

O juiz federal Sergio Moro, que conduz as ações penais da Operação Lava Jato, determinou nesta sexta-feira, 17, a suspensão do inquérito que investiga o bilhete apreendido com o presidente da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, preso desde 19 de junho. O manuscrito foi copiado por um agente da Custódia da Polícia Federal na manhã de 22 de junho.

Os investigadores suspeitam que o empresário teria tentado orientar seus advogados a ocultar provas, ao escrever ‘destruir e-mail sondas’. Os advogados da Odebrecht afirmam que se tratava apenas de uma orientação para ‘rebater’ o conteúdo do e-mail.

Segundo a OAB/PR, o original do bilhete apreendido transmitido pelo empreiteiro a seus advogados estaria sob sua custódia. Para a entidade, a apreensão violaria o sigilo profissional.

gleisi1

O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF prorrogou por 60 dias as investigações da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A decisão ocorre uma semana depois de Teori ter aceitado estender as investigações de 20 dos 26 inquéritos abertos no STF para apurar o envolvimento de 50 pessoas no esquema de corrupção que desvio recursos da Petrobrás. As informações são do Estadão.

do Painel, Folha de S. Paulo:

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve dividir em “núcleos fáticos” o pedido de abertura de inquéritos contra políticos com foro privilegiado citados na Operação Lava Jato. Até a semana passada, a equipe que o auxilia no processo trabalhava com cerca de 40 núcleos. Cada um diz respeito a um fato específico, citado por um ou mais delatores dos desvios na Petrobras. Os mesmos políticos podem aparecer simultaneamente em mais de uma investigação.

Monumento Cada pedido deve dar origem a um inquérito. Há dúvidas entre advogados se Teori Zavascki relatará todos eles ou se haverá uma redistribuição no STF.

Para lembrar No mensalão, depois da denúncia já apresentada –fase posterior à que o petrolão deve começar–, foram dois anos até a abertura da ação penal e mais cinco até o julgamento.