Tag

jaime lerner

Browsing

lerner - clarin

Um dos brasileiros mais próximos de Maurício Macri é Jaime Lerner. Os dois têm um relacionamento antigo, marcado por projetos comuns, consultoria de Lerner, e amizade regada a bom vinho em noites de Buenos Aires.

Neste link, reportagem do Clarín sobre um evento, realizado em 2014, que tratou de mobilidade urbana com as presenças de Macri, então prefeito de Buenos Aires, e Jaime Lerner. Como pôde ser visto no registro do Clarín, na oportunidade Macri não poupou elogios aos projetos do amigo Lerner.

alan canell -2

do Aroldo Murá

Natural da Ilha de Man, na Irlanda, Alan Cannell é engenheiro civil formado na Universidade de Londres e tem mestrado na área de transportes pela Universidade de Leeds. Radicado no Brasil desde 1972, Alan se mudou para Curitiba dois anos depois, vindo do Rio de Janeiro, quando começou a trabalhar no IPPUC em uma nova proposta de sistema de trânsito: o hoje conhecido e exportado BRT (Bus Rapid Transit).

Dentro do primeiro governo de Jaime Lerner na prefeitura, fez parte da equipe que negociou os empréstimos iniciais com o Banco Mundial e do Governo Federal para a viabilização do sistema BRT. Em 1976, Alan se tornou chefe do Controle de Tráfego, cargo que ocupou durante os dez anos em que o sistema BRT foi desenvolvido e expandido na capital paranaense.

jaime lerner3333

Arquiteto, urbanista e ex-governador, Jaime Lerner falou de mobilidade no Smart City Business América, congresso que acontece em Curitiba. Nesta entrevista, ele fala do sistema de BRT, do metrô e soluções para a capital. As informações são da Gazeta do Povo.

O sistema de BRT de Curitiba vive em meio a críticas de usuários. A atual gestão defende o metrô dizendo que no eixo norte-sul ele está esgotado. O senhor concorda?
O sistema não está esgotado. Ele está sendo muito mal operado. Foi pensando para operar numa frequência a cada um minuto. Mas hoje para em cada esquina. Com isso, os tubos vão enchendo e colocam a culpa no custo. Daí a população começa a desistir de usar.

quem cria, nasce todo dia - vila

‘Quem cria, nasce todo dia’, livro do arquiteto Jaime Lerner, será lançado hoje (quarta-feira, 25), às 19h, na Livraria da Vila, Shopping Pátio Batel, em Curitiba. No evento, Lerner também fará uma sessão de autógrafos.

“Não existe segunda chance para primeira impressão”, diz Lerner ao mesmo tempo em que desconstrói a ideia de que a olhada inicial é a que vale. Isso acontece porque ele está aberto para o mundo, para mudar de opinião, para, de fato, viver experiências. É exatamente com esse espírito de entrega que escreveu suas crônicas, todas bordadas pelo fio da memória e o apoio de suas anotações, que coleciona há mais de 40 anos em cadernetinhas inseparáveis. O livro é editado pela Travessa Editores.

Tradicional restaurante italiano do Batel foi palco, nessa semana, de um jantar entre velhos amigos. O ex-governador Jaime Lerner e a vice-governadora Cida Borghetti deixaram de lado as suas concorridas agendas para colocar a conversa em dia. Assuntos foram muitos; famílias, amigos e viagens. A política e seus meandros passaram longe. Os pratos e as companhias pediam uma conversa mais amena.

Lerner e Cida são amigos de longa data. O pai da vice-governadora foi próximo de Lerner e Cida, já nos anos 2000, foi secretária de Jaime, a primeira e única mulher a chefiar o escritório do Paraná em Brasília. Assim caminha a humanidade.

jaime lerner  - livro-_

Hoje (11), no Museu Oscar Niemeyer, a partir das 19h, estará à venda o livro Quem cria, nasce todo dia, da Travevssa dos Editores. São crônicas de Jaime Lerner, onde ele relembra os eventos mais interessantes da vida, da infância aos dias de hoje, do maior urbanista vivo do planeta. O lançamento do livro se dará na abertura da exposição em homenagem aos 50 anos de carreira de Jaime Lerner.

lerner -

O Museu Oscar Niemeyer (MON) estreia nesta quinta-feira (11), às 19h, a mostra “Das Vozes da Cidade”, sobre os 50 anos de arquitetura e urbanismo de Jaime Lerner, ex-governador do Paraná. A exposição, na sala 06, ficará em cartaz até 15 de março de 2015. Além da exposição, na noite de quinta também acontece, no MON, o lançamento do livro de crônicas de Jaime Lerner, Quem cria, nasce todo dia, editado pela Travessa dos Editores.