Tag

joão santana

Browsing

joao-santana-monica-moura

A empresária Mônica Regina Cunha Moura, mulher e sócia do publicitário João Santana – marqueteiro das campanhas de Lula e Dilma, entre 2006 e 2014 -, disse ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que está disposta a colaborar com a Justiça, mas só o fará com ‘acordo assinado’.

Monica e João confessaram que, ao serem presos em fevereiro pela Polícia Federal, mentiram no inquérito. A Moro, o casal esclareceu que US$ 4,5 milhões recebidos por meio do doleiro e operador de propinas Zwi Scornicki era dinheiro da campanha eleitoral de Dilma Roussef, em 2010. As informações são do Estadão.

joao-santana

O marqueteiro do PT, João Santana, será interrogado pelo juiz Sérgio Moro na próxima quinta-feira, 28. Ele é réu de uma ação penal decorrente da 23ª fase da operação Lava Jato. As informações são de Tabata Viapiana na CBN Curitiba.

Os seis réus do processo serão ouvidos nesta semana pelo juiz Sérgio Moro – entre eles, o casal de publicitários João Santana e Mônica Moura. A primeira audiência será amanhã, com interrogatório de dois acusados que são delatores da Lava Jato: o ex-presidente da Sete Brasil, João Ferraz, e o ex-gerente da Petrobras, Eduardo Musa.

Lauro Jardim, O Globo

Presa desde o dia 22, Mônica Moura, mulher de João Santana, iniciou negociações com os procuradores em Curitiba para uma delação premiada.

Se fechar, será uma delação explosiva. Mônica poderá falar exatamente de caixa dois em campanhas — o que será matador para a chapa Dilma/Temer; além de pegar também Fernando Haddad, para quem a dupla Mônica e João fez campanha em 2012.

O advogado de Mônica, Fabio Tofic, nega que essas tratativas estejam acontecendo.

do Lauro Jardim:

João Santana é, até segunda ordem, o marqueteiro inconteste do PT (e do governo). Está escalado, é claro, para fazer o próximo programa do PT, que irá ao ar na quinta-feira que vem. Mas Lula não tem fechado os ouvidos para ouvir novas ideias.

Meses atrás, Renato Pereira teve uma longa e reservada conversa com o ex-presidente no Instituto Lula.

O marqueteiro, que já fez campanhas para Sergio Cabral, Luiz Fernando Pezão, Eduardo Paes, Henrique Caprilles e chegou a trabalhar alguns meses para Aécio Neves, foi levado por Clara Ant, uma das mais próximas assessoras de Lula.

js
Com a entrega da prestação de contas da campanha de Dilma, veio à tona o valor total pago pelo PT ao marqueteiro João Santana. O ex-deputado Roberto Jefferson postou no seu blog que a empresa de Santana recebeu R$ 70 milhões, incluídos os honorários do baiano, “por serviços prestados na campanha”. Para o delator do mensalão, por três meses de trabalho, Santana ganhou mais do que Messi, do Barcelona, o craque mais bem pago do mundo, que recebe R$ 60,5 milhões por ano. Admirador do marqueteiro, Jefferson, desta vez, não gostou da atuação dele: “Foi muito bem pago pelas baixarias que criou”.