Tag

joão vaccari

Browsing

vaccari1_

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o executivo Augusto Mendonça foram denunciados pelo MPF nesta segunda-feira (27) pela lavagem de R$ 2,4 milhões. Os procuradores identificaram 24 operações de lavagem de dinheiro entre abril de 2010 e dezembro de 2013. O juiz federal Sérgio Moro deve acatar a ação.

do Painel, Folha de S. Paulo

O Palácio do Planalto avalia que a permanência de João Vaccari Neto à frente da tesouraria do PT tornou-se insustentável. Entre os interlocutores de Dilma Rousseff, é consenso que o “fico” do tesoureiro fragiliza sua defesa e coloca o PT como principal motivo de desgaste para o governo. A avaliação é de que ainda não há denúncias de corrupção que atinjam a presidente, mas o PT, atrelado a Vaccari –que agora é réu na Lava Jato–, arrasta o governo para o epicentro da crise.

Bom pra todos – O afastamento de Vaccari, dizem palacianos, facilitaria sua defesa, criaria fato positivo para o PT e ajudaria na estratégia de recuperação do governo.

Ele fica – A cúpula do PT, no entanto, decidiu que o tesoureiro não deixará o posto. Dirigentes petistas dizem que “denúncia não é condenação, nem mesmo julgamento” e que Vaccari só sairá se houver prova contra ele.

C.q.d. – Quem defende a permanência do tesoureiro diz que afastá-lo agora seria corroborar a tese do Ministério Público de que o pagamento de propina ao PT na Petrobras era feito por meio de doações oficiais à sigla.

Voluntariado – Apesar disso, muitos petistas ainda insistem na saída voluntária do tesoureiro. Vaccari, que tinha cogitado a ideia, não admite mais a possibilidade.

vaccari s

O tesoureiro do PT João Vaccari Neto afirmou à Polícia Federal que todas as contribuições obtidas por ele para o partido “foram absolutamente dentro da lei”. Sobre a denúncia do delator Pedro Barusco, de que arrecadou até US$ 200 milhões “em propinas” para o partido (leia aqui), Vaccari desmentiu, por meio de seu advogado. “Essa informação não procede”, rechaçou com veemência o criminalista Luiz Flávio Borges D’Urso, que defende o tesoureiro do PT. Segundo o criminalista, Vaccari “esclareceu (à PF), em especial, que enquanto secretário de Finanças do PT jamais recebeu dinheiro em espécie”. “O PT não tem caixa 2, o PT não tem conta no exterior”, diz nota divulgada por Vaccari.

joao vaccari - net

Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) entregue aos investigadores da Operação Lava Jato registrou uma movimentação suspeita, em 2009, no valor de R$ 18 milhões envolvendo o Sindicato dos Bancários de São Paulo, ligado à CUT, a Bancoop, cooperativa habitacional criada pela entidade cujo presidente era o atual tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, e a Planner Corretora de Valores.

Segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo, em reportagem de Ricardo Brandt e Fausto Macedo, em 23 de novembro de 2009 a Bancoop recebeu R$ 18.1 milhões do Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos Bancários de São Paulo, informou o Coaf, órgão de inteligência do Ministério da Fazenda. “Na mesma data, foram transferidos R$ 18.151.892,51 para a empresa Planner Corretora de Valores”, registra o documento enviado à Polícia Federal e anexado ao processo em que foi decretada a prisão preventiva de Nestor Cerveró, ex-diretor de Internacional da Petrobrás.

augustin e joao vaccari

Arno Augustin (PT), ex-secretário do Tesouro Nacional, não vai para qualquer cargo na Itaipu Binacional ou no conselho de administração da hidrelétrica. Aliados de Augustin bem que tentaram emplacá-lo até na Diretoria Financeira da binacional, mas o Planalto soube que o aliado da senadora Gleisi Hoffmann (PT) é persona non grata no Paraná. Outro que sai de vez do conselho da binacional é o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Do G1:

Documentos da operação lava Jato citam a cunhada do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, como suposta destinatária de dinheiro do esquema de corrupção da Petrobras. O Hora 1 teve acesso a documentos que mostram uma negociação entre o doleiro Alberto Youssef e um funcionário da empresa OAS, onde o endereço da cunhada de Vaccari aparece como destino de uma entrega.