Tag

jorge bernardi

Browsing

jorge bernardi2

O vereador Jorge Bernardi (Rede) anunciou a formação do bloco de oposição ao prefeito Gustavo Fruet (PDT). Rede, PMN e PMDB já aderiram ao grupo e outros vereadores conversaram com Bernardi. “Não faremos uma oposição raivosa, será programática”, disse. Bernardi foi eleito pelo PDT de Fruet, mas rompeu com o prefeito e deixou o partido no ano passado, depois que Fruet apoiou a eleição do vereador Aílton Araújo (PSC) para a presidência da Câmara. Com informações da coluna Política em Debate no Bem Paraná.

francischini - foto agencia camara

As eleições municipais de 2016 terão um número recorde de partidos. Segundo o TSEl, 35 legendas estão habilitadas para participar da disputa por prefeituras e vagas nas câmara municipais no ano que vem. São cinco siglas a mais do que as que estavam registradas para a última eleição municipal de 2012. De lá para cá foram criados e obtiveram o registro na Justiça Eleitoral o Pros e o Solidariedade (SD) em 2013. Este ano, mais três legendas garantiram direito de entrar no páreo: o Partido Novo, a Rede Sustentabilidade e o Partido da Mulher Brasileira. As informações são de Ivan Santos, Bem Paraná.

Desses, pelo menos três já manifestaram intenção de lançarem candidatos próprios à sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT). O Solidariedade já tem inclusive um nome escalado para a disputa: o deputado federal Fernando Francischini, que preside a legenda no Paraná.

Jorge-Bernardi4 - cmc

por Aroldo Murá

Jorge Bernardi está no quinto mandato de vereador em Curitiba. É ficha limpíssima.

Coerente, colocou sempre a cidade e sua população na linha frente de suas propostas, depois de 28 anos no PDT, do qual se desligou para entrar agora na Rede, de Marina Silva. É um dos primeiros paranaenses a aderir à sigla da sustentabilidade.

Nesta entrevista a seguir, ele faz pesadas críticas à Prefeitura, fala de “caixa preta” da administração municipal, que condena também por estar mantendo 300 cargos na Secretaria de Governo preenchidos para atender exclusivamente a políticos. Alerta para o que chama de crescente endividamento da cidade.

j bernardi

O vereador Jorge Bernardi (PDT), do mesmo partido do prefeito Gustavo Fruet, apresenta na segunda-feira (9) requerimento pela extinção de 306 cargos comissionados da prefeitura de Curitiba. Bernardi disse que os cargos são um “trem da alegria” criado para abarcar aliados políticos. Nas suas contas, o corte resulta em uma economia de R$ 20 milhões.

O vice-líder do prefeito, Jonny Stica (PT), questionou Bernardi sobre os motivos da “oposição sistemática a Fruet”. “Como funciona o PDT?”, perguntou Stica. O pedetista negou. “Somente os vereadores Jairo Marcelino (PSD) e Tito Zeglin (PDT) já me viram fazer oposição sistemática na na época em Requião era prefeito. Chegamos a pedir o impeachment dele”, lembrou Bernardi. O pedetista passou para a oposição desde a eleição para a presidência do legislativo no final do ano.