Tag

maconha

Browsing

policia federal- apreensao

Gazeta do Povo

O pequeno município de Alto Paraíso, no Noroeste do Paraná, foi palco, nesta terça-feira (24), da maior apreensão de maconha da história do país. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pelos trabalhos, a droga – pesada em 24,5 toneladas – foi descoberta em dois semirreboques de uma carreta bitrem.

O veículo foi abordado por uma equipe na BR-487, em frente a uma das unidades operacionais da PRF no estado. A nota fiscal apresentada aos policiais apontava transporte de soja. No entanto, durante fiscalização, também foi encontrado milho no compartimento de cargas.

Via Folha do Litoral News:

Duas semanas depois de uma mulher ter procurado a 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, para registrar um boletim de ocorrência por ter comprado, em um supermercado, uma linguiça recheada, supostamente, com maconha (relembre o caso aqui), outro caso foi registrado nesta semana. Desta vez foi um homem de 38 anos, morador no Jardim Iguaçu, que foi à delegacia para fazer o registro da ocorrência. O produto foi comprado no mesmo estabelecimento comercial.

folha do litoral2 - linguiça - Cópia

Foto: Geraldo Magela/ Estadão youssefgeraldomagelaae60030012006

de Ricardo Brandt e Fausto Macedo, Estadão:

A perspicácia dos agentes de plantão na Custódia da Polícia Federal em Curitiba (PR) levaram à descoberta de um episódio insólito da famosa Operação Lava Jato. Alberto Youssef, alvo central do escândalo de corrupção na Petrobrás, e outro preso, o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, apontado como um dos laranjas do doleiro, teriam feito uso de maconha na carceragem da Superintendência da PF.

eduardo jorge e levy - debate globo

Eduardo Jorge (PV) pediu que Levy Fidelix (PRTB) se desculpasse pelas declarações feitas no último debate. Na resposta, além de não pedir desculpas, Levy atacou: “Você não tem moral nenhuma”, disse para o candidato do PV, acusando-o de fazer apologia ao uso da maconha. Fidelix defendeu a liberdade de expressão e disse que naquela oportunidade suas declarações foram apenas defesa da família cristã.

“Reitero que o senhor envergonhou o Brasil com suas declarações”, disse Jorge na réplica.

Na tréplica, Fidelix disse que quem envergonha o país é Jorge por ser favorável ao aborto e à legalização da maconha.

CDH - Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa

Da Agência Senado:

Na quinta audiência pública para debater o uso recreativo, medicinal e industrial da maconha, promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), os convidados desta segunda-feira (22), discutiram principalmente os aspectos relacionados ao Judiciário. Os juízes convidados se manifestaram a favor da regulamentação do uso da maconha por acreditarem que o proibicionismo não está tendo resultado no combate ao tráfico de drogas.

O debate, presidido pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF), contou também com a participação do procurador da República Guilherme Zanina Schelb e do psiquiatra Fábio Gomes de Matos e Souza, que se manifestaram contra a legalização do uso de maconha. A coordenadora do Movimento Mães de Maio, Débora Maria da Silva, criticou o combate ao tráfico como tem sido feito. Segundo ela, as ações são realizadas de forma preconceituosa contra os moradores das periferias.

Uma imagem postada ontem (08) no perfil da Prefeitura de Curitiba no Twitter revoltou os ativistas da Marcha da Maconha Curitiba. Com edição, a imagem trazia a mensagem “Exercite seu corpo em nossos parques”, ocultando a mensagem original que é “não passo beck para machista”.

fruet marcha

“A Prefeitura de Curitiba poderia sim postar a imagem original e abrir o debate para um tema cada vez mais presente no jovem, e ainda, de quebra, protestar contra o machismo, ao invés de fazer piadinhas com a foto alheia”, disparou um ativista.