Tag

médico

Browsing

namoradorenata - foto danaae bubalo bandab

da Banda B

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM) está investigando a situação do médico Raphael Suss Marques, preso por envolvimento na morte da modelo fitness Renata Muggiati. De acordo com o CRM, em nota divulgada à imprensa nesta segunda-feira (28), o médico divulga no Facebook que atua nas áreas de endocrinologia, medicina esportiva, estética e preventiva, mas o Conselho nega que ele tenha registro nessas especialidades.

Foto: Danaê Bubalo – Banda B namoradorenata - foto danaae bubalo bandab

da Banda B

O médico endocrinologista Raphael Marques foi preso nesta sexta-feira (25) suspeito de matar a namorada Renata Muggiati, de 32 anos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) no começo da noite. Renata morreu no último dia 12 após cair do 31º andar de um prédio na Rua Visconde do Rio Branco, esquina com a Comendador Araújo, no Centro da capital. A nova suspeita é que a atleta possa ter sido estrangulada antes de ser jogada pela janela.

galo- tv massa

da Banda B

Informações divulgadas pelo Programa Tribuna da Massa, da Rede Massa, nesta sexta-feira (18), dão detalhes sobre como foi o atendimento da Polícia Militar (PM) na madrugada de Sete de Setembro, cinco dias antes de Renata Muggiati, de 32 anos, morrer após cair do 31° andar de um prédio no Centro de Curitiba. Segundo o programa, que teve acesso ao Boletim de Ocorrência (BO), quem chamou a PM via 190 foi o namorado de Renata, o médico endocrinologista Raphael Marques.

renata muggiati - 2

De acordo com o BO, Raphael ligou para o 190 porque Renata estava trancada em um cômodo de 39 metros e não abria de jeito nenhum. Os policiais militares foram ao apartamento e entraram no local. Renata estava deitada na cama, de bruços. Não há nenhum relato no BO sobre sinais de agressão na modelo fitness. Quando os policiais entraram, a atleta discutiu com o namorado, segundo o programa.

A informação é que os policiais militares que atenderam a ocorrência vão prestar depoimento nos próximos dias na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

renata muggiati 2

da Banda B:

A irmã da modelo fitness Renata Muggiati afirmou que, no dia seguinte a morte, o namorado da atleta, um médico endocrinologista, procurou uma ex-companheira para marcar um encontro.

Tina Muggiati afirmou, durante o programa Tribuna da Massa (Rede Massa) desta quarta-feira (16), que o casal tinha uma relação conturbada e que ele mexeu no Facebook de Renata após ela cair do 31° andar de um prédio no Centro de Curitiba, na madrugada do último sábado (12), em um suposto caso de suicídio.

dilma pressão debate2

Do Globo:

A presidente Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, cancelou as agendas que faria neste sábado no Rio de Janeiro. Por orientação médica, a petista vai descansar durante o fim de semana e se preparar para o debate à noite da TV Record. Dilma tinha compromissos com os candidatos ao governo Luiz Fernando Pezão (PMDB) e Marcelo Crivella (PRB), que fazem parte de sua base aliada. A presidente transferiu os encontros com os aliados para segunda e quarta-feira.

A nova programação de Dilma no Rio foi definida na manhã desta sexta-feira durante um encontro de petistas fluminenses com a coordenação nacional da campanha da presidente, no Sindicato dos Bancários, no Centro.

– Foi cancelado, por orientação médica, para ela repousar no sábado e também para se preparar para o debate de domingo. Mas o (vice-presidente) Michel Temer estará, no sábado, na Portela com um ministro, provavelmente com o (Aloízio) Mercadante (Casa Civil) – disse Jorge Florêncio, um dos coordenadores estaduais da campanha de Dilma no Rio e que esteve na reunião à tarde.

À noite, depois de conversar com assessores do Comitê Nacional de Campanha de Dilma, Florêncio disse ao GLOBO que houve um “mal entendido”:

– Eu ratifico. Houve um mal entendido. (O cancelamento) Foi apenas para ela descansar.

medico roger

De Antônio Werneck e Thiago Herdy, O Globo:

Foi preso na tarde desta terça-feira, às 13h25, o médico Roger Abdelmassih. A prisão ocorreu perto da escola onde o médico ia deixar os filhos junto com a mulher Larissa, no Paraguai, e foi confirmada pela Polícia Federal, em Brasília.

Abdelmassih estava vivendo em Assunção, capital do Paraguai, com a mulher e dois filhos gêmeos, de três anos — um menino e uma menina. Ele será transferido pelas autoridades paraguaia para Foz do Iguaçu ainda hoje.

Depois, provavelmente nesta quarta-feira, será levado para São Paulo.

Abdelmassih foi condenado a 278 anos por 52 estupros e quatro tentativas de abuso a 39 mulheres. Especialista em reprodução assistida, teve o registro cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo.