Tag

mídia

Browsing

unnamed
do Josias de Souza

O senador Aloysio Nunes Ferreira, líder do PSDB, guindou à condição de prioridade o combate à proposta de regulação da mídia. “Todos os que se opõem ao governo Dilma têm o dever de se unir no Congresso e nas ruas para o combate sem trégua a essa tentativa criminosa”, disse ele, neste sábado, em timbre de conclamação. “O que está em jogo é a liberdade de expressão, cerne da vida democrática. Essa é a prioridade das prioridades.”

:images_cms-image-000411562

Um dos parlamentares mais polêmicos do País, o carioca Eduardo Cunha (PMDB-RJ), favorito na disputa para a presidência da Câmara dos Deputados, fez uma declaração que pode torná-lo o ‘queridinho’ da mídia. “Quero reafirmar que seremos radicalmente contrários a qualquer projeto que tente regular de qualquer forma a mídia”, disse ele no Twitter. Ora, pois, nada soa melhor aos ouvidos de quem defende da liberdade de expressão.

do Painel, Folha de S. Paulo:

Sob a batuta de Ricardo Berzoini (Comunicações), Dilma Rousseff estuda criar uma espécie de agência reguladora para a mídia, nos moldes do que há em Portugal. O órgão seria responsável por analisar medidas administrativas, como multas ou advertências, a meios de comunicação em casos de denúncias de desvios éticos. Apesar de a escolha de Berzoini indicar disposição de tocar o projeto de regulação da mídia, o PT já admite que o resultado pode ser mais modesto que o esperado.

midia_4
Ao fim e ao cabo, até para controlar a mídia, o maior entre todos os desejos, o PT mantém a marca da esquizofrenia.

Por Mary Zaidan

É uma obsessão, uma doença crônica. Não há encontro do PT ou de maioria petista que a tal da regulação da mídia não seja um dos eixos estruturantes das discussões, para não fugir à linguagem que faz sucesso entre esta turma.

No primeiro encontro do Diretório Nacional do PT depois das eleições, encerrado ontem, o tema esteve lá o tempo todo, desde a abertura. “A presidenta já fez menção sobre a regulação da mídia e deve lançar uma consulta pública sobre essa questão em 2015”, garantiu Rui Falcão, que dirige a sigla.

Apareceu ainda espalhada em documentos diversos. Neles, a diaba da mídia é acusada de todos os males – especialmente de divulgar as denúncias de corrupção que quebraram de vez o encanto do partido que se dizia guardião da moralidade.