Tag

obras

Browsing

Reunião entre os secretários chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, da Saúde, Michele Caputo Neto e da Ciência e Tecnologia, João Carlos Gomes com o reitor da Unioeste, Paulo Sergio Wolff. Curitiba, 27/04/2016. Foto: Pedro Ribas/ANPr
Reunião entre os secretários chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, da Saúde, Michele Caputo Neto e da Ciência e Tecnologia, João Carlos Gomes com o reitor da Unioeste, Paulo Sergio Wolff. Curitiba, 27/04/2016. Foto: Pedro Ribas/ANPr
]

O reitor da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste), Paulo Sérgio Wolff, apresentou um balanço positivo das ações do Governo do Estado na instituição. Em reunião com o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, nesta quarta-feira (27/04), no Palácio Iguaçu, ele destacou que o atual governo liberou R$ 44 milhões para 23 obras nos cinco campi da universidade. Segundo o reitor, neste governo os investimentos vão dobrar o tamanho do HU, com a ampliação do Pronto Socorro e a implantação das alas materno-infantil e de queimados – o número de leitos passará de 190 para 400.
Entre as conquistas citadas pelo reitor estão a recuperação de perdas salariais de cerca de 30% dos professores universitários, acumuladas ao longo de 15 anos, o plano de cargos e salários dos servidores técnicos da universidade, que teve um aumento salarial 25%, e os R$ 17 milhões que o Hospital Universitário de Cascavel está recebendo em novas obras. Além dos restaurantes universitários, que só foi a possível a viabilização, pois o Governo do Estado liberou R$ 2,1 milhões para as obras.
3333

richa - paranagua

O governador Beto Richa autorizou nesta quinta-feira, 17, a abertura de licitação para obras no Porto de Paranaguá. O investimento, de R$ 183 milhões, será feito com recursos próprios do porto. A obra envolve a modernização de dois berços de atracação e a ampliação em 100 metros do cais de um berço.

É a primeira obra pública de ampliação do cais de atracação do Porto de Paranaguá dos últimos 30 anos. “Estamos pensando o Porto de Paranaguá para os próximos 20 anos”, disse Richa. “A produção de alimentos é crescente e precisamos estar preparados para atender a esta demanda, que aumentou significativamente nos últimos anos”, afirmou.

pepericha 1 José Richa Filho:

O governo federal lançou nesta semana mais um pacote de intenções na área de infraestrutura. São R$ 198 bilhões prometidos para os modais rodoviário, ferroviário, portuário e aeroportuário. No entanto, a realidade mostra que de concreto há apenas R$ 69 bilhões, ficando R$ 130 bilhões para depois de 2018.

Ao Paraná, a União e as lideranças ligadas ao governo alardeiam R$ 11,1 bilhões de aporte. Mas basta olhar as apresentações divulgadas pelo Ministério do Planejamento e ver que a conta é menor. No setor rodoviário, o governo federal diz ter R$ 7,9 bilhões que serão aplicados em Santa Catarina e no Paraná. No entanto, a realidade é outra e os paranaenses sairão perdendo.

Deste montante, ficaremos apenas com R$ 900 milhões, correspondente a concessão de 250 quilômetros em União da Vitória e menos de 150 quilômetros nas BR-116 e BR-376, que ganharão terceiras faixas. Os outros R$ 7 bilhões serão aplicados em duplicações e melhorias de 2 mil quilômetros em Santa Catarina e em algumas ligações do Paraná com São Paulo. É um contrassenso, pois boa parte da produção agrícola e industrial das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil cruza as rodovias paranaenses.

Foto: Antonio Moré – Gazeta do Povo artagao - antonio more - gazeta

de Amanda Audi e Diego Ribeiro, Gazeta do Povo:

Interceptações telefônicas feitas pelo Gaeco, braço do Ministério Público, mostram que o ex-presidente e atual conselheiro do Tribunal de Contas (TC-PR), Artagão de Mattos Leão, pelo menos desconfiava de problemas na licitação de R$ 36,4 milhões para construir um anexo ao prédio, no ano passado.

A gravação vai na contramão do que afirmou Artagão em entrevista à Gazeta do Povo, ontem, na qual negou ter conhecimento da suposta fraude na concorrência.

ricardo barros1

O deputado federal Ricardo Barros anunciou hoje a aprovação de R$ 37 milhões do ministério da Integração Nacional para o Paraná. Os recursos serão destinados às cidades que necessitam de obras de recuperação após as enchentes ocorridas em 2014, quando mais de 100 municípios paranaenses foram castigados pelas chuvas.

“Estive em audiência com o ministro da Integração, Gilberto Occhi, e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Dr. Adriano Pereira Junior, e a verba foi autorizada para o atendimento aos municípios afetados. É um recurso essencial para algumas cidades do Paraná que necessitam de reconstrução.”, disse Barros.

O Paraná começa 2015 com 38% das obras de infraestrutura em transporte previstas na segunda edição do PAC 2 ainda no papel, segundo a Gazeta do Povo. Do total de 29 empreendimentos no estado, 11 deles encontram-se em fases anteriores à contratação da obra. Ao todo, há seis em rodovias, duas em ferrovias e uma em aeroportos, portos e hidrovias que não começaram até dezembro de 2014, último ano de execução do programa. Algumas delas, inclusive, são herdadas do primeiro PAC, lançado em 2007 no governo Lula, como a construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, em Foz do Iguaçu. A obra, que tem previsão de início para o primeiro semestre deste ano, está atualmente condicionada à emissão da licença prévia de acesso, feita pelo Ibama.

ratinho -araucária

O secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Jr, acaba de autorizar o prefeito de Araucária, Olizandro Ferreira (PMDB), a licitar R$ 3,4 milhões para compras de máquinas e equipamentos rodoviários na prefeitura da cidade da região metropolitana de Curitiba. “As máquinas vão ajudar nas obras em toda cidade. Todo o parque de máquinas do município será, agora, renovado após anos e anos de abandono”, disse Ratinho Jr.

pepe richa - ribas carli

O secretário estadual de Infraestrutura, Pepe Richa, recebeu hoje (terça-feira, 20) a visita do deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB). Os dois trataram de investimentos e obras necessárias na região de Guarapuava, Campina do Simão, Manoel Ribas, Candói, Nova Tebas e Foz do Jordão e das obras de pavimentação da PR-459, entre Pinhão e Reserva do Iguaçu, e da conclusão da PR-364, em Inácio Martins.

Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo
guido2

de Helena Carnieri, Gazeta do Povo:

A fachada do Museu Guido Viaro, na Rua XV de Novembro, amanheceu bastante pichada nesta quinta-feira (15). Vândalos também entraram no imóvel e derrubaram uma tela do pintor ítalo-brasileiro. “A Deposição da Cruz”, pertencente à fase religiosa de Guido Viaro, datada dos anos 1940, foi encontrada no chão, com o vidro quebrado. Duas outras obras, ainda não identificadas, foram roubadas.

ratinho jr PG

O deputado Ratinho Jr (PSC), secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, estará daqui a pouco, às 11h em Ponta Grossa, para homologar a licitação de obras de pavimentação para as ruas Eugênio José Bocchi e Centenário do Sul, no Bairro Vila Izabel. O investimento será de R$ 1,74 milhão. O prefeito Marcelo Rangel (PPS) e o deputado Sandro Alex (PPS) acompanham a homologação. “Há um clamor público por estas obras que, prontas, vão destravar um gargalo no trânsito caótico daquele local”, resumiu Sandro Alex sobre as obras próximas da BR 376 e da PR 151. O deputado esteve ontem em audiência na Sedu.