Tag

ônibus

Browsing

mauricio_requiao.jpg

O deputado Requião Filho (PMDB) acompanhou na tarde desta quinta-feira (26), o julgamento do relatório final produzido pelo conselho do Tribunal de Contas sobre o sistema de transporte coletivo de Curitiba. Porém, o estudo não foi votado devido a um pedido de vistas do conselheiro Ivens Zschoerper Linhares. A Urbs, com medo do resultado, já havia tentado judicialmente e sem sucesso adiar a votação.

onibus-1

O TJ-PR negou ontem à noite um pedido da Urbs que pretendia adiar a votação do processo do TCE que tenta reduzir o valor da tarifa do transporte público de Curitiba e região metropolitana. Impetrado ontem o mandado de segurança foi analisado pelo desembargador Guilherme Freire de Barros Teixeira que afirmou que não há razões para o adiamento da sessão porque a Urbs tem condições de entrar com recursos no próprio TCE. As informações são da Gazeta do Povo.

O coletivo “Se a tarifa aumentar/Curitiba vai parar” pretende reunir seis mil pessoas contra o aumento da tarifa na próxima terça-feira, 10, às 19h no Boca Maldita. “(O prefeito Gustavo) Fruet tem a coragem de aumentar a tarifa mesmo sabendo que quatro relatórios (TCE, Urbs, CPI e Sindicatos) apontando que a tarifa está superfaturada e que deveria custar entre R$ 2,25R e R$ 2,32. Fruet sabe também que a licitação foi ilegal, pois serviu para legitimar o cartel do transporte entregando 70% das linhas à família Gulin. Mesmo diante disso, Fruet aumenta a tarifa, deste modo podemos afirmar que ele é parte da máfia do transporte”, diz a convocação ao ato. No último protesto, na quinta-feira, 5, mais de 1,2 mil pessoas foram às ruas contra o aumento da tarifa.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), que gosta de cultivar a fama de conciliador, vem sofrendo contínuos surtos de autoritarismo. O último deles mira o Procon e o Ministério Público que estão questionando a diferença de R$ 0,15 a mais na passagem do transporte coletivo da capital para quem pagar em dinheiro. Tanto para o Procon quanto para o MP a medida viola o princípio constitucional da impessoalidade ao tratar de forma desigual usuários do mesmo serviço. Sem medo de ser feliz, Fruet ameaça subir para R$ 3,30 a passagem de todos os usuários se houver uma intervenção judicial.

murilo -pr pesquisas

O aumento da tarifa de ônibus em Curitiba pode trazer um impacto muito ruim para o prefeito Gustavo Fruet (PDT) nas eleições de 2016. A avaliação é do analista Murilo Hidalgo, do Paraná Pesquisa. “A questão é que o valor subiu muito e ficou salgado. O prefeito deve ter os motivos dele para o reajuste, mas neste primeiro momento é claro que a repercussão é muito ruim. No ano que vem o assunto vai voltar com tudo e já teremos eleições”, disse Hidalgo na rádio Banda B.

fruet - rpc

A edição do ParanáTV do meio dia na RPC terá a participação do prefeito Gustavo Fruet (PDT) que prometeu prestar contas à cidade de Curitiba, conforme disse no Facebook. Fruet será sabatinado pelos jornalistas que querem respostas sobre as tarifas irregulares. “Estarei daqui a pouco no PRTV 1ª edição para falar sobre transporte e outros assuntos de interesse da nossa cidade. Minha obrigação prestar contas à cidade de Curitiba”, adiantou.

de Rogério Galindo, Caixa Zero/Gazeta do Povo:

Um grupo de vereadores sugeriu nesta terça-feira que a Câmara de Curitiba destine pelo menos R$ 40 milhões do dinheiro que tem em caixa para ajudar a prefeitura a bancar o transporte coletivo da capital. Hoje, a Câmara tem pouco mais de R$ 41 milhões em caixa. A ideia é gastar boa parte desse dinheiro em uma nova sede para o Legislativo. “Peço que pelo menos R$ 40 milhões do FEC sejam destinados ao Transporte e ao pagamento das horas extras da Saúde”, disse o vereador Valdemir Soares (PRB), que assinou um requerimento sobre o tema junto com outros de seu grupo “independente”. São os mesmos vereadores que no ano passado criaram uma dissidência que votou contra o reajuste do IPTU e do ITBI na cidade e que lançaram uma candidatura contra o atual presidente da câmara, Aílton Araújo (PSC).

claudia - silvano

O Ministério Público do Paraná e o Procon questionaram a tarifa diferenciada imposta pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT) aos usuários do transporte coletivo em Curitiba (veja, aqui, sobre o aumento). Uma reunião hoje (quarta-feira, 4), às 16 h, entre o Procon, MP e a Urbs tratará do assunto. Em nota, o MP disse que encaminhou uma recomendação à prefeitura para que reconsidere o reajuste diferenciado da tarifa. A orientação da Promotoria de Defesa do Consumidor é que o valor da passagem seja o mesmo, tanto para quem paga em dinheiro como para quem utiliza o “cartão transporte”.

onibus curitiba1

A prefeitura de Curitiba acaba de divulgar em seu site os novos valores da tarifa de ônibus em Curitiba. “A partir da zero hora de sexta-feira (6), a tarifa de ônibus em Curitiba passa dos atuais R$ 2,85 para R$ 3,15 para pagamento em cartão-transporte e R$ 3,30 para pagamento em dinheiro”, diz a nota. A prefeitura argumenta que é um reajuste abaixo da inflação.

Confira, aqui, o comunicado.