Tag

operação quadro negro

Browsing

romanelli alep

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli ( PMDB) rebateu nesta quarta-feira, 3, as afirmações de deputados da oposição sobre o envolvimento do governador Beto Richa com o desvio de recursos investigados na Operação Quadro Negro. “Repudio qualquer acusação ou insinuação que possa haver sobre a existência de caixa 2 na campanha eleitoral e reafirmo minha confiança que possam ter sido injustamente acusados. O governo não tem absolutamente nada a esconder e quer a transparência”, disse.

Romanelli lembrou que foi o governo do Estado que deu início às investigações sobre os desvios ocorridos nas obras de escolas públicas. “O governo agiu, tem agido e continuará a agir para apurar com rigor doas as responsabilidades“, disse.

traiano-alep

Para o presidente do PSDB do Paraná e da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, as recentes denúncias divulgadas pela imprensa contra ele, o PSDB e o governo Beto Richa são armações políticas, feitas com base em declarações inconsequentes e irresponsáveis. “Estão fabricando escândalos”. afirmou.

Traiano frisou que todas as doações eleitorais recebidas por ele, pelo PSDB e pelo governador Beto Richa foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral, conforme a lei. “Todo e qualquer recurso da nossa campanha eleitoral foi declarado. Nossas contas foram aprovadas. O que se ouve por aí é muita irresponsabilidade de quem fez essa acusação. Essa denúncia é inconsequente e mentirosa”, disse.

da Gazeta do Povo

O Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce) realiza desde o início da manhã desta terça-feira (22) a 2.ª etapa da Operação “Quadro Negro”, que investiga o desvio de recursos públicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) por meio de contratos com empresas para construção de escolas. A operação está sendo realizada em quatro estados: além do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Bahia.

Serão cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp). Entre as cidades que terão o cumprimento dos mandados estão Curitiba, São Paulo, Florianópolis e Balneário Camboriú. No final da manhã de hoje, o Nurce deve ter um balanço das operações.

Segundo as investigações, o esquema funcionava a partir da fraude de relatórios produzidos por engenheiros subordinados ao chefe de fiscalização e obras da Secretaria de Educação.