Tag

pasadena

Browsing

Cerveró_Foto_ Laycer Tomaz_ Agência Câmara

Veja

Na conversa gravada pelo filho do ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró, Bernardo, entre ele, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e o advogado Edson Ribeiro, o trio discute a minuta da delação premiada de Cerveró, obtida pelo banqueiro André Esteves. A certa alta da reunião, Delcídio chama a atenção para uma anotação em especial, feita à mão por Cerveró: a presidente Dilma Rousseff “sabia sobre todos os movimentos” que envolviam a compra da refinaria de Pasadena, no Texas.

dilma - petrobras

A responsabilidade pela aprovação da compra da refinaria de Pasadena é 100% da presidente Dilma Rousseff (PT), na época presidente do Conselho de Administração da empresa. A afirmação é do ex-diretor Paulo Roberto Costa em depoimento à CPI da Petrobras, no Congresso Nacional.

“A responsabilidade final pelo estatuto da Petrobras de aprovar uma compra como Pasadena é 100% do Conselho de Administração. […] A diretoria da Petrobras não tem autonomia [para a compra]. Eximir o conselho é um erro”, afirmou Paulo Roberto Costa, durante sessão de acareação com o também ex-diretor da estatal Nestor Cerveró, no Congresso.

Em 2006, o Conselho de Administração da Petrobras, à época presidido por Dilma, autorizou a aquisição de 50% da refinaria, que pertencia à belga Astra Oil.

Do Painel, Folha de S. Paulo:

Além da investigação sobre pagamento de propina da holandesa SBM Offshore a funcionários da Petrobras, a CGU (Controladoria-Geral da União) vai abrir processos para punir os responsáveis por irregularidades na compra da refinaria de Pasadena pela estatal. O órgão já realizou apuração preliminar e decidiu instaurar procedimentos formais para ouvir suspeitos. “Pretendo em breve abrir os primeiros processos punitivos. Estamos na reta final”, diz o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage.

paulo roberto costa - pasadena

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa disse a investigadores da Operação Lava Jato que houve pagamento de propina na compra da refinaria de Pasadena (nos EUA) pela estatal. A informação foi divulgada ontem pelo Jornal Nacional, da Rede Globo. Segundo a reportagem, Costa teria admitido que ele mesmo recebeu R$ 1,5 milhão de propina pela compra da refinaria. O processo de aquisição da refinaria é investigado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pelo Ministério Público Federal. Segundo o TCU, a aquisição de Pasadena causou um prejuízo de US$ 792 milhões à Petrobras. As informações são do jornal O Globo.