Tag

PDT

Browsing

joao-arruda1603a

O deputado federal João Arruda, secretário-geral do PMDB do Paraná, não deixa por menos. Denunciou “um plano sórdido para vender o partido ao prefeito Gustavo Fruet (PDT) na eleição de 2016.” Os maus bofes de Arruda foram provocados pela aproximação do deputado estadual Anibelli Neto à caterva de Gustavo Fruet. Tão escancarada a manobra que Anibelli compareceu à convenção do PDT com ares de aliado de Fruet. O que pretende Anibelli? Segundo João Arruda, quer ser vice de Fruet e para isso precisa solapar a candidatura própria de Maurício Requião Filho.

“O PMDB não vai abrir mão de lançar candidato em Curitiba pra negociar meia dúzia de cargos com o Fruet”, reagiu João Arruda.

Osmar-Dias-Foto-Fabio-Pozzebom-ABr

O PDT do Paraná faz convenção no sábado (28), em Curitiba, às 9 horas, no Clube Morgenau, para eleger o novo Diretório Estadual do partido. O ex-senador e vice-presidente do Agronegócio do Banco do Brasil, Osmar Dias, encabeça a chapa que deve comandar a legenda nos próximos dois anos. Segundo o deputado estadual Nelson Luersen – que integra a chapa – explica, a meta da sigla em 2016 é reeleger o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e mais 60 prefeitos no Paraná, preparando o caminho para a disputa pelo governo do Estado e a presidência da República em 2018.

gleisi-pt

A senadora Gleisi Hoffmann, em artigo distribuído à imprensa nesta segunda-feira, 23, criticou pela primeira vez o prefeito Gustavo Fruet (PDT) em relação à articulação do pedetista frente ao quadro político que se desenha para as eleições municipais de 2016. “Não posso deixar de registrar que o prefeito e seu partido, o PDT, não demonstraram, até este momento, vontade política de permanecer em aliança. Nenhuma conversa, nenhuma proposição”, disse Gleisi.

traiano e lupi1

O presidente nacional do PDT e ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi, visitou hoje (6), no início da tarde, o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB). Lupi veio ao Paraná para dar a largada a um projeto para aumentar o número de filiados e participar de uma reunião com os diretórios municipais do partido além de se reunir com deputados, ex-deputados e lideranças do PDT no Paraná.

Os dois políticos analisaram a difícil conjuntura nacional, que combina crise econômica (inflação e desemprego crescente) e política que está colocando em pauta até mesmo a continuidade do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). Traiano adiantou ao presidente do PDT que o Paraná está fazendo a lição de casa. O estado promoveu um duro ajuste fiscal, que já produz resultados importantes e deve retomar os investimentos com força no próximo ano.

lupi-dias

Pressionada para elevar um representante da bancada da Câmara a posto de destaque no governo Dilma, a cúpula do PDT marcou para o próximo dia 14 de julho reunião entre parlamentares e a executiva da legenda. O encontro será realizado para discutir a permanência de Manoel Dias no comando do Ministério do Trabalho. Na lista dos cotados para substituir Dias estão os deputados Afonso Motta (RS), Ronaldo Lessa (AL) e Sérgio Vidigal (ES). As informações são do Estadão.

Fruet e richa - jul2015

do Blog do Tupan:

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) está sondando aliados para disputar a reeleição em 2016. Hoje, a 1ª opção é o PSC, de Ratinho Junior. Mas a incerteza da aliança está fazendo com que Fruet ouse cada vez mais. Agora ele está enviando sinais de que gostaria de ter de dividir o altar eleitoral com os tucanos. Ontem, no Palácio Iguaçu, o pedetista trocou sorrisos com o governador Beto Richa (PSDB), indicando uma reaproximação. Fruet, apesar de flertar com o PSC, sabe que o tempo de televisão do PSDB é muito mais atrativo.

pdt 1 dias

Concluída a votação da primeira medida do ajuste fiscal, líderes da base governista e assessores presidenciais decidiram pedir a Dilma Rousseff a saída do ministro Manoel Dias (Trabalho), do PDT. As informações são da Folha de S. Paulo.

Na avaliação de aliados e ministros, a posição do ministro ficou insustentável depois que todos os 19 deputados do partido presentes à votação de quarta (6) traíram a presidente e votaram contra o texto básico da medida provisória 665, que restringe o acesso a benefícios trabalhistas.

fruet1

do Fernando Tupan

Pedetistas de alto coturno estão trabalhando para que o prefeito Gustavo Fruet dê um chute no PT na eleição de 2016. A legenda de Lula e Dilma Rousseff vem sendo bombardeada por denúncias de desvios na Petrobras e outro caso deverá estourar nos próximos meses. A ideia é escantear o PT, continuar próximo ao PV e trazer o PSC de Ratinho Junior e o PMDB de Stephanes Junior para fazer parte do governo. Com o movimento Fruet engorda o tempo de televisão e desarticula a candidatura de Ratinho Jr, que lidera as intenções de votos na Paraná Pesquisa. Ninguém esconde na prefeitura que os petistas são parceiros indesejáveis e incômodos na batalha da reeleição.