Tag

pedido

Browsing

dirceu

d’O Globo:

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado no processo do mensalão e investigado na Lava-Jato, teve negado o pedido para ir a Vinhedo, em São Paulo, para visitar a família no Dia dos Pais. Ele cumpre pena em regime domiciliar. Segundo o juiz Ângelo Pinheiro Fernandes de Oliveira, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, autor da decisão, um preso não pode viajar sempre, para não banalizar o regime de prisão.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), criticou o deputado Requião Filho (PMDB) por criar mais um factoide com novo pedido de impeachment do governador Beto Richa (PSDB). “É um despropósito, para usar um português bem claro. É um factoide criado pelo deputado por falta de ter o que fazer”, apontou.

Para Romanelli, o deputado Requião Filho precisa entender melhor o processo eleitoral brasileiro e a própria democracia. “O nobre deputado precisa lembrar que as eleições espelham a vontade do povo através do voto e a legitimidade de um governante não pode ser submetida a um tipo de brincadeira como a que ele está fazendo”, disse.

Ou: Imprensa usa governador para desafogar as suas culpas por ter de dar notícias contra o PT.

nota - 26.05.15 -

de Reinaldo Azevedo, Veja:

O PT não brinca em serviço. O partido decidiu que é preciso derrubar o governador Beto Richa (PSDB-PR) custe o que custar. Se os petistas estão enrolados na Operação Lava-Jato — cujo epicentro de apuração, diga-se, é Curitiba —, cumpre, então, criar o “outro lado”, o contrapeso. Algo culpada por ser obrigada pelos fatos a sistematicamente dar notícias contra os petistas, a imprensa nacional, ora deslocada para a capital do Paraná, aproveita para operar a lógica da compensação.

A notícia da hora é um ridículo pedido de impeachment contra o governador, que foi protocolado na Assembleia. Acusação: Richa teria cometido crime de responsabilidade no caso do confronto entre policiais militares e militantes sindicais, ocorrido no dia 29 de abril, que deixou dezenas de feridos. Na petição, acompanhada de oito mil assinaturas, o episódio é chamado de “massacre”. Leio aqui e ali que o dito-cujo é assinado por “juristas” e “professores universitários”. Como, senhores jornalistas? Juristas e professores universitários? Tenham paciência!

j. bolsonaro

da Folha de S. Paulo:

A dois dias das manifestações contra o governo programadas em várias partes do país, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) protocolou na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Considerado um dos deputados mais conservadores e crítico do PT, o congressista recorre principalmente ao esquema de corrupção na Petrobras, investigado pela operação Lava Jato, da Polícia Federal, para justificar o pedido.

Na avaliação do deputado, Dilma foi beneficiada pelos desvios da estatal e cometeu crimes contra a administração pública ao não atuar contra os desmandos.

gleisi 22

O relator Kennedy Josué Greca de Mattos, do TRE, indeferiu um pedido da defesa da senadora Gleisi Hoffmann (PT) que pleiteava a dilação de prazo para a prestação de contas retificadora. Gleisi foi candidata derrotada ao governo do Estado no ano passado.

Gleisi teve as contas de campanha de 2014 aprovadas pelo TRE. No entanto, a senadora é alvo de denúncia por parte do doleiro Alberto Youssef que disse em depoimento ao Ministério Público Federal R$ 1 milhão para a campanha ao Senado em 2010. A petista nega a acusação. As informações são d’O Paraná.

dilma - contas

Do Painel, Folha de S. Paulo:

O PSDB decidiu apresentar hoje ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral para pedir a cassação do próximo mandato de Dilma Rousseff por abuso de poder político na campanha. Um dos exemplos citados para justificar a representação será a suspeita de que os Correios favoreceram a entrega de material gráfico da candidatura petista. A ação precisa ser apresentada antes da diplomação da petista, que está marcada para amanhã.

Durante a Operação Lava Jato, na construtora Queiroz Galvão, foram apreendidos manuscritos com nomes de conhecidos candidatos de diversos partidos, pedindo doações para suas campanhas (muitos receberam, registraram no TSE, outros não). Entre tantos, como foram escritos nas listas, “Padilha”, “Lindinho”, “Pé Grande”, “Picciani”, “Rodrigo Garcia”, “Milton Leite”, “Police Neto”, “João Paulo”, “Jilmar Tato” e outros. Na Engevix, encontrou-se outras listas, digitadas, com nomes como “Maria do Rosário” e “Vicente Candido”.

rodrigo-janot-20130402-03-size-598-300x168

Do Lauro Jardim:

Rodrigo Janot faz neste momento um duro discurso na Conferência Internacional de Combate à Corrupção, na sede da Procuradoria Geral da República, e cobra um choque de transparência na Petrobras, com a substituição de toda a sua diretoria – inclusive Graça Foster – e a colaboração da empresa com o Ministério Público e demais órgãos de controle.

O discurso, pelo Dia Mundial de Combate à Corrupção, cobra ainda Dilma Rousseff pela regulamentação da Lei Anticorrupção, que permitira a punição de pessoas jurídicas em atos de corrupção.

Janot também convoca procuradores da primeira instância a iniciar ações penais e de improbidade administrativa contra os que “roubaram o orgulho dos brasileiros” pela Petrobras

vargas - _

O deputado André Vargas (ex-PT, sem partido-PR) impetrou no STF um pedido de mandato de segurança contra decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que rejeitou o recurso, no qual o deputado pedia a anulação do parecer do Conselho de Ética da Casa, que recomendou à cassação do seu mandato. O pedido, encaminhado nessa terça-feira (2), está nas mãos do ministro Luís Roberto Barroso.