Tag

pensão

Browsing

dirceu - youtube

Mônica Bergamo, Folha de S. Paulo

O ex-ministro José Dirceu acionou advogados para tentar receber uma pensão que incluiria o tempo em que esteve preso ou afastado do país durante a ditadura.

Arquivo
No ano passado, a Comissão de Anistia reconheceu o direito de Dirceu de incluir a contagem do período (cerca de dez anos) para se aposentar. O processo, no entanto, parou na burocracia. Com a liberação, ele receberia algo como R$ 10 mil mensais da Previdência, segundo interlocutores que se mobilizam para ajudá-lo.

Renda zero
Amigos de Dirceu reconhecem que ele ganhou bastante dinheiro nos últimos anos. No entanto, nenhum recurso pode ser hoje movimentado. Preso, Dirceu estaria passando por dificuldades inéditas em relação às últimas décadas.

Ministro
Um dos candidatos a porta-voz de Lula é o ex-ministro da Justiça Nelson Jobim. Ele é o nome preferido dos que argumentam que o ex-presidente passe a ser defendido por um político de estofo, que consiga se contrapor à avalanche de suspeitas e críticas feitas pela imprensa.

ducci22

O deputado Luciano Ducci (PSB-PR) apresentou projeto de lei que busca a valorização do salário mínimo dos idosos e dos benefícios mantidos pela previdência entre 2016 e 2019. Ducci defende que o salário mínimo continue sendo calculado com base no crescimento do PIB do ano passado e retrasado, garantido um percentual mínimo de 2% mais a reposição da inflação do ano anterior pelo INPC. “De acordo com o Dieese, o salário mínimo atual não supre as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia. Saúde, educação, entre outros”, disse.

dilma- foto o globo

do Painel, Folha de S. Paulo:

A maior preocupação do governo com as mudanças no seguro-desemprego e em pensões por morte anunciadas nesta segunda-feira (29) era bater na tecla de que não são medidas que reduzem direitos, mas corrigem distorções. Após hesitar durante dias, temendo o caráter impopular do pacote, Dilma Rousseff concordou com a adoção das medidas, mas instruiu auxiliares a dar exemplos didáticos de como as regras alteradas permitiam abusos e repetir que só futuros beneficiários serão afetados.

De O Globo:

A fim de fazer uma economia de R$ 18 bilhões por ano, a partir de 2015, o governo federal está apertando as regras para concessão de benefícios do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e da Previdência Social. A presidente Dilma Rousseff enviará, nesta terça-feira, uma Medida Provisória (MP) com uma série de ajustes, anunciados nesta segunda-feira pelo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. As mudanças atingem o abono salarial, o seguro-desemprego, o seguro-desemprego dos pescadores artesanais, a pensão por morte e o auxilio-doença. As mudanças não serão retroativas, atingindo apenas os beneficiários de agora em diante. Veja abaixo as principais mudanças nos benefícios:

Montagem

Benefício existe em 21 unidades da federação e custa R$ 47 milhões ao ano

Levantamento feito pelo GLOBO nas 27 unidades da federação mostra que 157 ex-governadores e ex-primeiras-damas recebem aposentadorias especiais e pensões vitalícias que variam de R$ 10,5 mil a R$ 26,5 mil, o que significa um custo anual aos cofres estaduais de R$ 46,8 milhões. É uma casta formada por 104 ex-governadores e 53 viúvas. Neste mês, Roseana Sarney (PMDB), que governava o Maranhão e renunciou ao cargo, fez o pedido da pensão ao tesouro de seu estado e passará a receber R$ 24 mil, além dos R$ 23 mil que já acumula por ser funcionária aposentada do Senado.

O programa de TV que mais impactou o distinto público no programa eleitoral das 13h foi mesmo o de Ogier Buchi, candidato a governador pelo PRP. Uma cascata de dinheiro equivalente à soma do que Requião recebeu neste ano de aposentadoria, mais de R$ 453 mil, cópia do holerite de Requião e o apelo:

“Requião está aposentado, recebe cerca de R$ 26,5 mil por mês, mais outros R$ 25 mil de salário do Senado, só falta ir para casa. Com seu voto você pode mandá-lo.”